Amber Heard
Reprodução/Prime Video

Em nova parte de entrevista, Amber Heard afirma que ainda ama Johnny Depp

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Entrevistada pela apresentadora americana Savannah Guthrie, do talk show matutino “Today Show”, um dos mais assistidos da televisão dos Estados Unidos, Amber Heard disse na parte do bate papo que foi ao ar na edição de terça-feira (14) que entende a decisão do júri que resultou em sua derrota, semanas atrás, no processo por difamação que Johnny Depp, seu ex-marido, movia contra ela na justiça do Reino Unido.

Heard, que agora corre o risco até mesmo de perder seu maior trabalho como uma das estrelas da franquia “Aquaman”, na ocasião também deu a entender que sua condenação foi mais resultado do agito que a ação causou nas redes sociais do que nos fatos apresentados na corte em si.

Já no trecho da conversa com Guthrie que acaba de ser exibido no “Today” dessa quarta-feira, Heard admitiu que ainda “ama profundamente” o astro de “Piratas do Caribe”, apesar de ter sido ordenada judicialmente a pagar para ele uma indenização de mais de US$ 10 milhões (R$ 51 milhões) – um dinheiro que, definitivamente, não possui.

“Eu o amei do fundo do meu coração, e fiz o possível para tentar que um relacionamento profundamente problemático funcionasse”, Heard disse para Guthrie, classificando em seguida seu casamento com Depp como “feio” e “tóxico”. “Mas não guardo mágoas dele, e sei que isso é difícil de entender. Eu ainda o amo”, completou a atriz de 36 anos.

Heard também disse para Guthrie que Depp, de 59 anos, por fim cumpriu uma promessa que havia lhe feito na época em que foi avisada pelo ator de que seria processada e sofreria uma “humilhação global”. “Dito e feito, e eu sei que não sou uma vítima capaz de atrair a simpatia das pessoas. Mas ao menos ainda tenho o direito de falar”, disse.

Você também pode gostar