Publicidade
Donald trump kanye west
Foto: Drew Angerer/Getty Images

Não é de hoje que os comentários antissemitas de Kanye West ultrapassam todos os limites, prova disso é que até seus apoiadores fiéis têm ficado assustados com as declarações. Um exemplo disso é o ex-presidente Donald Trump, que ficou perplexo com a última entrevista do rapper para Tucker Carlson, na Fox News.

O líder do Partido Republicano, que sempre se gabou de que West era seu amigo há muito tempo, afirmou que o ex-marido de Kim Kardashian está agindo feito louco e que precisa de ajuda profissional, segundo uma fonte próxima ao republicano contou à Rolling Stone. 

No último final de semana, foi divulgada uma nova entrevista de Kanye no programa Drink Champs, na qual o rapper afirmou que ele é imune a qualquer acusação de antissemitismo, já que também “é judeu como o sangue de Cristo”.

Kanye também afirmou que o povo judeu controla todas as facetas da mídia e do entretenimento, afirmando que eles são “donos da voz negra”, uma figura de linguagem muito adotada pelos neonazistas.  

Os comentários chocantes fizeram com que o ex-presidente dos Estados Unidos sinalizasse que o melhor, no momento, era ficar calado sobre West – o que é bem atípico, já que ele ama compartilhar suas opiniões sobre celebridades. Segundo a Rolling Stones, ainda não está claro se houve alguma conversa privada entre os dois nos últimos dias. 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 22 de abril

Dia 22 de abril

Faltando menos de 100 dias para os Jogos Olímpicos, a pressão sobre o cumprimento dos prazos continua alta,...

Instagram

Twitter