Publicidade
Rihanna
Foto: Arnold Jerocki/Getty Images

Exatamente um mês e um dia depois do lançamento de “Like A Virgin” em 12 de novembro de 1984, o icônico single que transformou Madonna na rainha do pop, Taylor Swift soprava velinhas na festa de seus cinco aninhos. Obviamente não há nenhuma relação entra as duas datas, mas, de certa forma, evidencia o incrível sucesso da cantora de 33 anos, cuja fortuna pessoal acaba de ser estimada em US$ 740 milhões – nada menos que US$ 160 milhões a mais do que o patrimônio pessoal da ‘material girl’, atualmente estimado em cerca de US$ 580 milhões.

Na ativa desde 2004, Swift teve uma média de enriquecimento anual de mais de US$ 38,9 milhões. Caso consiga manter esse ritmo, a intérprete de “I Knew You Were Trouble” poderá se tornar bilionária por volta de 2030.

Mas ambas, apesar de riquíssimas, ficam bem atrás de Rihanna, que segundo lista publicada pela Forbes norte-americana, tem nada menos que US$ 1,4 bilhão na conta, com apenas 35 anos e vivendo da música desde 2003 – enriquecendo a uma média de US$ 70 milhões anuais ao longo dessas duas décadas. Madge, RiRi e Taylor figuram em um novo ranking da revista com as mulheres “self-made” mais ricas do Estados Unidos, apenas com aquelas que chegaram ao Olimpo financeiro graças aos próprios esforços. E na mesma lista também figura Kylie Jenner, ex-bilionária, agora com “apenas” US$ 680 milhões.

Únicas famosas incluídas entre as Top 5 do levantamento, as três divas da música compartilham a honraria com Lucy Guo, cofundadora junto com Alexander Wang da empresa de Inteligência Artificial Scale AI, que aos 28 anos possui US$ 360 milhões; e Whitney Wolfe Herd, de 33 anos, cofundadora do Tinder, do qual saiu para fundar seu próprio aplicativo de relacionamentos, o Bumple, que tem US$ 510 milhões em ações.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 23 de Abril

Dia 23 de Abril

Hoje vamos com as noticias mais estilosas da primavera A França, esse querido país da moda e da...

Instagram

Twitter