Publicidade

É claro que a campanha Unhate da Benetton, divulgada nesta quarta-feira e que mostramos mais cedo, ia dar o que falar. Com fotos de líderes políticos e religiosos se beijando na boca, a ideia era promover o não ódio entre as culturas. Mas não demorou nada para que o Vaticano se pronunciasse a respeito: “Isto é uma grave falta de respeito ao Papa, uma ofensa aos sentimentos de fé e um exemplo claro de como a publicidade pode violar as regras fundamentais de respeito para chamar a atenção de pessoas por meio de provocação”, diz o comunicado.

* O padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, falou que a campanha “além de ser manipulativa e de não ter sido autorizada, é totalmente inaceitável”. O protesto surtiu efeito e, uma hora depois, a Benetton retirou a foto do Papa Bento 16 beijando Ahmed Mohamed el-Tayeb, imã da mesquita de Al-Azhar, no Cairo.

Campanha Unhate, da Benetton com o Papa Bento 16 beijando Ahmed Mohamed el-Tayeb, imã da mesquita de Al-Azhar, no Cairo: imagem retirada

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 17 de Abril

Dia 17 de Abril

3 boutiques de streetwear para descobrir em Paris Embora Paris seja conhecida por suas prestigiosas boutiques de luxo,...

Instagram

Twitter