Covas Neto (esq) diz que PSDB só apura denúncia de Adolfo Quintas (dir) se houver fato concreto Divulgação/Reprodução youtube
Covas Neto (esq) diz que PSDB só apura denúncia de Adolfo Quintas (dir) se houver fato concreto ||Divulgação/Reprodução youtube

Covas Neto: PSDB apura denúncia se houver ‘fato concreto’

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Covas Neto (esq) diz que PSDB só apura denúncia de Adolfo Quintas (dir) se houver fato concreto ||Divulgação/Reprodução youtube
Mário Covas Neto (esq) diz que PSDB só apura denúncia do vereador Adolfo Quintas (dir) se houver fato concreto ||Divulgação/Reprodução youtube

O vereador Mário Covas Neto, presidente do PSDB paulistano, não pretende colocar a mão em vespeiro. Questionado sobre a denúncia feita por seu colega, o vereador Aldolfo Quintas (PSDB-SP), de que militantes do partido estariam recebendo “mesada” de R$ 2 mil para votar a favor de João Doria Jr., Covas Neto argumentou que é preciso alguém formalizar pedido de investigação do caso. “Se houver um fato concreto ou uma formalização, o partido tem seu conselho de ética para apurar e aplicar as sanções devidas, mas temos muitas tarefas até o dia 28 ainda por fazer”, disse. A prévia tucana para decidir quem será o candidato do PSDB à prefeitura está marcada para o dia 28. Os três pré-candidatos são João Doria, Andrea Matarazzo e Ricardo Tripoli. João Doria nega com veemência as acusações e diz que o ônus da prova cabe a quem acusa. (Por Malu Delgado)

 

Você também pode gostar