Fachada da Jimmy Choo na New Bond Street, em Londres
Fachada da Jimmy Choo na New Bond Street, em Londres || Créditos: Getty Images

Pela quinta vez em seus 21 anos, marca de sapatos Jimmy Choo está à venda

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Fachada da Jimmy Choo na New Bond Street, em Londres || Créditos: Getty Images
Fachada da Jimmy Choo na New Bond Street, em Londres || Créditos: Getty Images

Controlador da Jimmy Choo desde 2011, quando pagou US$ 640 milhões (R$ 2 bilhões) por mais de dois terços da fabricante de sapatos de luxo, o grupo JAB, com sede em Luxemburgo, colocou à venda a participação na companhia fundada em 1996 pelo designer que lhe dá nome e pela ex-editora de moda Tamara Mellon.

A decisão tem a ver como uma nova estratégia de negócios decidida pelo comando do JAB, que pretende concentrar seus esforços na produção e distribuição de café – o conglomerado já é dono de marcas famosas como Peet’s Coffe & Tea, Caribou Coffee e Keurig Green Mountain.

A notícia sobre a venda animou os investidores, e a ação da Jimmy Choo, que é negociada na bolsa de Londres, saltou quase 10% desde o pregão desta segunda-feira. O valor de mercado atual da grife, que ficou famosa graças à série “Sex and the City” e já trocou de donos quatro vezes nos últimos 21 anos, é de US$ 711,7 milhões (R$ 2,25 bilhões).

Em tempo: Jimmy e Tamara não possuem vínculo com a Jimmy Choo desde 2007, quando venderam a empresa para o fundo de investimentos Towerbrook Capital em uma transação de mais de US$ 360 milhões (R$ 1,14 bilhão). (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar