João Doria Jr. e Bete e Marcos
João Doria Jr. e Bete e Marcos || Créditos: Paulo Freitas

Os detalhes do jantar de Bete e Marcos Arbaitman para João Doria Jr.

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
João Doria Jr. e Bete e Marcos || Créditos: Paulo Freitas
João Doria Jr. e Bete e Marcos Arbaitman || Créditos: Paulo Freitas

Foi em clima quente que os anfitriões Bete e Marcos Arbaitman receberam muitos amigos na noite desta terça-feira para homenagear João Doria Jr., pré-candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo. A intenção do jantar, segundo Bete, era apresentar Doria aos amigos mais próximos e, claro, celebrar a candidatura. Animado como de costume, Marcos recebia todos os convidados na porta e já apresentava orgulhoso sua nova conquista: a adega de vinhos que Bete “finalmente” permitiu que ele construísse. Atrasado, João Doria chegou depois de Lu e do governador Geraldo Alckmin. Fez um breve discurso em que mencionou os conselhos que Alckmin, um de seus mentores na política, lhe deu. “Logo no início ele me deu esses cinco conselhos que já estou colocando em prática: gaste muita sola de sapato, amasse muito barro, priorize a periferia pois é onde mais precisam de nós, fale pouco e ouça muito e seja você mesmo.”

Festejado pelo anfitrião, que elogiou a coragem de ingressar na carreira política em meio a um período turbulento, Doria concluiu agradecendo a presença dos amigos, entre eles figuras carimbadas nas reuniões dos Arbaitman, como Miguel e Carin Mofarrej, Tania e Marcos Derani, Maguy e Jean-Marc Etlin,  Mario Covas Neto, Márcia e Decio Goldfarb e Andrea e José Olympio Pereira. O casal, que tem uma das mais poderosas coleções de arte contemporânea do Brasil, deve abrir a casa para alguns encontros em torno da Bienal de São Paulo, em outubro. Segundo Andrea, curadores e colecionadores já costumam procurá-los perto da data para organizar a agenda. No jardim, Beth Szafir e Cecilia Szajman eram o centro da mesa mais animada, onde combinavam o destino das próximas férias: “Cecilinha, vamos fazer um cruzeiro?”, indagava Beth.

Para esquentar, a lareira acesa e muito whisky Black Label, além de aquecedores, necessários na noite gelada. Quitutes do Buffet França, convidadas em looks discretos – em sua maioria monocromáticos –  deixando a pompa para joias imponentes – em sua maioria de brilhantes e pérolas. O primeiro a chegar, Abram Szajman também foi o primeiro a ir embora. “Acordo às seis da manhã para fazer ginástica”, disse ele ao Glamurama, deixando Cecilia, sua mulher,  para trás.

Abaixo, galeria de fotos da noite.

Você também pode gostar