Oliver Stone toma vacina russa contra coronavírus e avisa: “Vou voltar para tomar a segunda dose”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Oliver Stone depois de tomar a vacina russa contra coronavírus // Reprodução Twitter

Oliver Stone está na Rússia rodando um documentário sobre as mudanças climáticas do planeta e aproveitou para tomar a vacina local contra o coronavírus. O cineasta de 74 anos revelou que recebeu uma dose da Sputnik V “dias atrás”. Atualmente, a vacina se destina a profissionais de saúde e educação de alto risco com idades entre 18 e 60 anos, e alguns especialistas alertaram que ela pode ser prejudicial a pacientes com mais de 60 anos.

“Recebi a vacina há alguns dias. Não sei se vai funcionar, mas ouvi coisas boas sobre ela”, disse Stone à emissora estatal russa Channel One. “Estou esperançoso. É uma vacina muito boa, não entendo por que está sendo ignorada no Ocidente”, finalizou ele, dizendo que pretende voltar ao país para tomar a segunda dose.

Segundo o governo russo, a vacina tem 91,4% de eficácia. Na conta da Sputnik V no Twitter, foi postada uma foto de Oliver Stone no momento da vacinação com a seguinte legenda: “Outro grande momento. Oliver Stone, que estava na Rússia filmando documentário sobre mudanças climáticas, se tornou o primeiro vencedor do Oscar a ser vacinado com a Sputnik V. V é de vitória”.

Você também pode gostar