O rolê artsy e cheio de brasilidades do artista chinês Ai Weiwei por São Paulo

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Acima, Ai Weiwei com seu filho e sobrinho no Allianz Parque e a marmita que comeu no restaurante A Casa do Porco. Abaixo, Ai Weiwei com Humberto Campana e clique do Copan feito pelo artista chinês || Créditos: Reprodução Instagram

O chinês Ai Weiwei, um dos artistas contemporâneos de maior relevância mundial e engajado na luta pelos direitos humanos, está em solo nacional para uma viagem de pesquisa artística. Não é só a primeira vez dele no Brasil, como também na América Latina, passando por Argentina e o Chile antes de desembarcar em solo nacional. Em São Paulo desde o fim de semana, ele tem feito rolê artsy e repleto de brasilidades acompanhado de Marcello Dantas – curador e diretor de programação da Japan House -, de seu filho, Ai Lao, e de seu sobrinho Cai Luke.

Abaixo, o tour completo do artista.

Sábado 

Ai Weiwei e seu filho em visita à Japan House || Créditos: Reprodução Instagram

No sábado, o grupo liderado por Marcello Dantas deu início ao tour por São Paulo com visita à exposição em homenagem a Toulouse Lautrec no MASP, seguindo depois para a Japan House, ambos na Avenida Paulista.

Domingo 

 

O artista Chinês com a designer Paula Dib no MAM || Créditos: Reprodução Instagram

De manhã, Ai Weiwei e família visitaram o Museu Afro Brasil, a OCA e o MAM no Parque do Ibirapuera. Em meio aos programas culturais, eles almoçaram no Prêt Café, restaurante do MAM. No mesmo dia à tarde, o curador Marcello Dantas levou-os ao Allianz Parque, onde assistiram ao jogo do Palmeiras contra o Atlético Paranaense. Na ocasião, vestiram a camisa do Palmeiras e torceram pra valer. Infelizmente, o time perdeu de 1 a 0. Por lá, cena das mais impagáveis da passagem de Ai Weiwei por aqui: Marcello quis brincar com o artista ao dizer que nos estádios brasileiros eram feitos os melhores “cat barbecues” (“churrasquinho de gato”). O que não imaginava é que Ai Weiwei respondesse: “I love barbecue cat!” (“Eu amo churrasco de gato!”). Ao se dar conta de que na China carne de gato faz parte da culinária local, Dantas percebeu que a piada tinha ido por água abaixo.

Depois do jogo, o domingão terminou em pizza, no Olea Mozzarella Bar.

Ai Weiwei com o filho Ai Lado, a esquerda, e outro garoto que os acompanham na viagem, à direita, no jogo do Palmeiras X Atlético Paranaense nesse domingo, em SP || Créditos: Reprodução Instagram

Segunda-feira 

Ai Waiwai, seu filho Ai Lao, Marcello Dantas e mais almoçando na Casa do Porco, no Centro de São Paulo || Créditos: Reprodução Instagram

O grupo almoçou na Casa do Porco, no centro de São Paulo, onde o artista plástico provou o famoso PF da casa, com leitão a pururuca, couve, feijão preto e farofa. No passeio, o chinês fez questão de fazer uma foto do Copan e postar em seu Instagram. Na sequência, visitaram o Marton Estúdio para novos projetos, e o estúdio dos Irmãos Campana, em Santa Cecília. Abaixo, clique de Ai Weiwei com Humberto Campana no estúdio do designer brasileiro, em São Paulo.

https://www.instagram.com/p/BXgGKC4gAf9/?hl=pt-br&taken-by=aiww

No mesmo dia à noite, visitou o Teatro Oficina, onde se encontrou com Zé Celso. Depois, jantou no novo restaurante de Jun Sakamoto, instalado na Japan House, e terminou a noite com encontro com moradores de rua da Maloca Jaceguai, como foi batizada a ocupação do viaduto Julio de Mesquita Filho.

Zé Celso e Ai Weiwei no Teatro Oficina || Créditos: Reprodução Instagram


Marcello Dantas contou ao Glamurama sobre as impressões do artista: “Ele está muito interessado nas técnicas e no artesanato do Brasil, assim como nas antiguidades e madeiras brasileiras, e está encantado com a comida”. E sua empatia com o país vai além da arte e da gastronomia: “Ele está amando a cor, a intensidade, o afeto das pessoas… Disse que nunca viu nada tão forte assim. Está descobrindo uma coisa muito forte do frescor, da vida, do jeito brasileiro de agir”, completou Marcello. Sobre a comida, ele está encantado.”

Assíduo do Instagram, Ai Weiwei, que já declarou que sua vida virtual tornou-se sua vida real, tem dividido cliques em tempo real de seus passeios por aqui. Para ver o Brasil pelo olhar do artista, siga seu perfil no Instagram!

Nesta terça-feira, Ai Weiwei segue para Paraty, onde vai conhecer uma comunidade de artesãos que produz peças de madeira, além de conhecer algumas ilhas e um pouco da Mata Atlântica. Na quinta-feira, desembarca no Rio e ganha almoço por lá no sábado, chez Frances Reynolds.

Seu próximo projeto no Brasil, esperado para acontecer em 2018, ainda está em desenvolvimento. Seu documentário sobre a crise dos refugiados, “Human Flow”, vai competir no Festival de Cinema de Veneza, que começa no dia 30 de agosto.

Você também pode gostar