Novo filme de DiCaprio é proibido em países do Oriente Médio e da Ásia

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Leonardo DiCaprio em “O Lobo de Wall Street”

O novo filme do diretor Martin Scorsese, “O Lobo de Wall Street,” foi proibido em alguns países da Ásia e do Oriente Médio. A produção, que é estrelada por Leonardo DiCaprio, foi considerada “forte demais” pelas autoridades de países como Malásia e Nepal, que vetaram sua estreia.

Um dos motivos que causou a proibição foi o fato de que palavra “fuck,” que dispensa tradução para o português, é pronunciada 569 vezes ao longo do filme. Índia e Líbano não chegaram a vetar o filme, mas solicitaram cortes de cenas aos produtores, que atenderam o pedido. Em Singapura, “O Lobo de Wall Street” recebeu a mesma classificação de um filme pornô, e só pode ser visto por adultos.

Com cerca de três horas de duração, o longa já faturou US$ 80 milhões só no hemisfério norte e mais de US$ 120 milhões em todo o mundo.

Você também pode gostar