||Créditos: Fabio Dutra/iStockphoto.com

Do tradicional ao inusitado: os encantos de Istambul e Bodrum, na Turquia

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

A colorida Turquia, com sua tradição e profusão de cheiros e sabores, já está no roteiro dos brasileiros há tempos. Istambul é parada obrigatória, mas Bodrum, no Mar Egeu, um dos balneários mais chiques da Europa, ainda está por ser descoberta

Por Fábio Dutra para a revista PODER

PAPO PRO AR

||Créditos: Fabio Dutra/iStockphoto.com
||Créditos: Fábio Dutra/iStockphoto.com

Cheia de histórias – a cidade fez parte do mapa da civilização helênica –, hoje é parada obrigatória para quem passa o verão a bordo de um iate à procura dos melhores restaurantes e danceterias. Frutos do mar, claro, são a pedida, mas opções não faltam, entre o sofisticado e o relax. O Miam é um daqueles restaurantes em que se vai à cozinha para escolher o prato “cara a cara” . Ali, o clima de casa de família anima os habitués e o jantar entra madrugada adentro, regado a bons vinhos. Para hospedar-se, o novíssimo Mandarin Oriental é sem igual. Não à toa muitos europeus, e alguns brasileiros, compraram as unidades de seu residence – casas charmosas (5 milhões de euros cada) administradas pelo hotel.

TÚNEL DO TEMPO

||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com
||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com

O Mausoléu de Halicarnasso, uma das sete maravilhas do mundo antigo, fica em Bodrum. Pouco sobrou dessa pérola da engenharia de então – e ainda hoje de causar espanto –, já que terremotos e saques ao longo dos séculos foram recorrentes. Mas visitando o sítio arqueológico e seu museu, com maquetes e projeções virtuais, é possível viajar no tempo e entender a grandiosidade do monumento de 45 metros de altura erguido pela rainha Artemísia para o repouso eterno do rei helênico Mausolo (daí mausoléu), fundador da bela cidade de Halicarnasso que existia ali. É um ótimo  passeio para os dias em que praia não estiver nos planos.

UM PÉ EM CADA CANOA

 Bosphorus, Istanbul
||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com

Istambul é a única cidade do mundo que está em dois continentes (Europa e Ásia), e o significado disso fica claro já nas primeiras horas após a chegada: ali sempre foi lugar de passagem e a miscigenação, de deixar até os brasileiros de queixo caído, é nítida. Um mix de culturas que se manifesta na comida (em qualquer esquina se come maravilhosamente bem), na arquitetura (construções europeias, cristãs e arabescos amalgamados) e no povo (que tem traços tão bonitos quanto exóticos). Um passeio de barco pelo Bósforo é uma boa maneira de ver isso tudo em movimento.

PAR PERFEITO

||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com
||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com

O moderno e o tradicional se misturam a cada esquina de Istambul. Mulheres de véu convivem com tatuadas de minissaia; mesquitas estão ao lado de lanchonetes ocidentais; e pescadores nas pontes do Bósforo veem executivos de terno passar pelas calçadas. É difícil não se entusiasmar com tamanha diferença civilizada – e rica. A Mesquita Azul e o Palácio Topkapi (do sultão), com seus tradicionais jardins de tulipas, são imperdíveis.

MULHER BONITA NÃO PAGA, MAS NÃO LEVA

||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com
||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com

Os turcos são famosos pelo comércio, historicamente a principal atividade econômica dessa “ponte” entre o Ocidente e o Oriente. Assisti-los em ação no Grand Bazaar ou no mercado de especiarias (com cheiros e sabores que só existem ali) chega a ser surreal. Pechinche sempre. E aproveite para almoçar no Hamdi: esfihas, pastas, saladas e kebabs que não têm igual.

CHECK-LIST

||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com
||Créditos: Fábio Dutra/iStockphotos.com

Aproveite para comprar um tapete, provar o famoso simit, espécie de pretzel turco, e comer os pães sírios feitos na hora pelas padeiras dos restaurantes. Simples assim.

* O repórter viajou a convite de Xmart Viaja, Mandarin Oriental, Turkish Airlines e Hotel 10 Karakoy

Você também pode gostar