CEO trans é a mais bem paga do mundo. E capa de revista

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

 

A CEO mais bem paga dos Estados Unidos era um homem. Estrela da capa da edição desta semana da “New York Magazine”, que está dando o que falar, Martine Rothblatt – que nasceu Martin – é a fundadora da Silver Spring, uma empresa bilionária do setor farmacêutico com sede em Maryland e ações negociadas na bolsa.

No ano passado, Martine embolsou US$ 38 milhões, entre bônus e salário. É mais do que levaram pra casa no mesmo período Marissa Mayer (US$ 25 milhões, CEO do Yahoo!) e Meg Whitman (US$ 17 milhões, CEO da Hewlett-Packard).

Casada há 33 anos com a mesma mulher, que conheceu quando ainda era homem, Martine está com 59 anos e têm três filhos. Sobre a posição de destaque que ocupa entre as chefes de empresas mais bem remuneradas de seu país, ela reconhece que sua história é bem particular. “Não posso dizer que cheguei no topo como qualquer outra mulher, afinal durante a primeira metade da minha vida eu era um homem. Mas é mais ou menos como ganhar na loteria”, ela disse.

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…