Bolsa mais valiosa do mundo é leiloada em Hong Kong por mais de R$ 1 mi

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
cine bolsa (2)
Bolsa Birkin Himalaya || Créditos: Divulgação

Money, money! Um novo recorde acaba de ser quebrado na moda. Foi vendida pelo leilão da Christie’s em Hong Kong, nessa quarta-feira, a bolsa mais cara do mundo pelo valor de US$ 379,261 mil (R$ 1.228,39 milhão). Trata-se da Birkin Himalaya, pupilo da Hermès feito de couro de crocodilo branco.

A venda da bolsa, produzida em 2014, ultrapassou e muito os valor esperado pela casa de leilões, com lance mínimo de US$193,4 mil (R$ 626,9 mil) e previsão de venda a US$ 257,9 mil (R$ 835,9 mil).

Apesar do nome, o Himalaya nada tem a ver com a origem da bolsa. Trata-se apenas de uma referência à graduação de cores do modelo, que funde tom de cinza com branco perolado criando efeito tonal parecido ao de uma cordilheira coberta de neve.

Para o especialista Matt Rubinger, diretor internacional de bolsas e acessórios da Christies’s, existem dois motivos para a bolsa ter alcançado o alto valor: primeiro por combinar os dois itens mais valorizados em um artigo, ouro e diamantes, e o segundo por causa dos rumores de que a Hermès não vai mais produzir o modelo, que combina ouro branco a 245 diamantes incrustados. Cada bolsa leva em média 48 horas de trabalho – feito à mão – para ser feita.  

tamanho bolsa (1)
Bolsa Birkin Himalaya || Créditos: Divulgação
Você também pode gostar