Publicidade

Regina Casé reuniu a imprensa nesta quinta-feira na Casa do Saber, no Rio, para falar sobre o “Vem com Tudo”, novo quadro apresentado por ela no "Fantástico", que estreia dia 7 e fala sobre tendências.

* “Eu tinha combinado com a Globo um ano sabático por causa do acidente do Estevão (Ciavatta, marido dela). Aí decidimos fazer este projeto porque era molinho: eu em um estúdio fazendo crônicas em uma bancada. Logo colocaram rodinhas na bancada e não aguentei, fui pra rua”, brincou.

* E mais: “Voltei a exercitar meu lado atriz, o que não fazia na emissora desde a ‘TV Pirata’. Em um episódio que gravamos faço um camelô que vende DVDs com as últimas gírias e tem uma caixa de descontão com as que já passaram, como ‘prafrentex’ e ‘putz grila’. As pessoas na calçada queriam comprar de verdade, de qualquer jeito. Tentei explicar que a caixa estava vazia, mas elas queriam mesmo assim. Fiquei com medo de ser presa, mas vendi 18. ‘Tipo assim’ saiu muito, ‘caraca’ também.”

* A apresentadora se emocionou bastante ao falar do marido. “Ele ainda está fazendo cinco horas de fisioterapia por dia. E trabalhando muito. Tem o sexual healing e o working healing… Quando todo mundo estava voltando das férias, a gente estava voltando da guerra. Estou muito orgulhosa porque o Estevão, que trabalhou ontem até 1h30, vai estrear um programa no canal Futura no dia 5, o ‘Globo Educação’ no dia 6, um formato maior do ‘Vozes do Clima’ na Globo News no dia 7, o ‘Vem Com Tudo’, e no dia 18 de julho mais um no Futura sobre experiências que deram certo na área de segurança. Isso tudo depois de uma barra muito pesada. O meu último quadro no ‘Fantástico’ ele aprovou na UTI”.

Regina Casé: tudo novo

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Instagram

Twitter