aa

Antes de show em Tel Aviv, Caetano e Gil visitam ocupações palestinas

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
aa
Gil e Caetano Veloso visitam ocupação palestina na Cisjordânia || Crédito: Instagram

Após receberem críticas por levar a turnê “Dois Amigos, Um Século de Música” a Israel, Caetano Veloso e Gilberto Gil visitaram uma ocupação palestina na Cisjordânia, neste domingo. Em foto publicada pelo Instagram, a dupla aparece em frente a uma pedra com as inscrições “Su Siya”, “um território ameaçado de destruição”. Os dois foram guiados por Yehuda Shaul, da ONG Breaking The Silence, que reúne ex-soldados combatentes de Israel para mostrar a realidade da Palestina hoje. A ideia do grupo é levar Hebron, uma cidade da Cisjordânia ocupada por Israel desde 1967, para TelAviv. Eles acreditam que o militarismo israelense deve ser usado como defesa, nunca como forma de ataque e opressão ao povo palestino.

*

Vale lembrar que o show, marcado para terça-feira, em Tel Aviv, Israel, foi marcado por polêmicas. O baixista Roger Waters, ex-Pink Floyd, pediu publicamente seu cancelamento devido ao “massacres aos palestinos”. Em carta, Caetano respondeu: “Eu cantei nos Estados Unidos durante o governo Bush e isso não significava que eu aprovasse a invasão do Iraque. Escrevi e gravei uma música que se opunha à política que levou à prisão de Guantánamo – e a cantei em Nova York e Los Angeles. Eu quero aprender mais sobre o que está acontecendo em Israel agora. Eu nunca cancelaria um show para dizer que sou basicamente contra um país, a não ser que eu estivesse realmente e de todo o meu coração contra ele. O que não é o caso”.

Você também pode gostar