1961.18.34
1961.18.34

Acaba disputa por obra de Van Gogh no valor de US$ 200 milhões

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
1961.18.34
“Le café de nuit” de Vincent van Gogh || Créditos: Reprodução

Chegou ao fim uma das disputas judiciais há mais tempo em curso envolvendo um trabalho de Vincent van Gogh. O industrial russo Pierre Konowaloff, que reclamava desde 2011 a posse do óleo sobre tela “Le café de nuit”, finalizado pelo pintor holandês em 1888, perdeu o último recurso na briga para reaver o quadro após uma decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos, que definiu que a obra, hoje exposta na Galeria de Arte da Universidade de Yale, não pode deixar o país.

Konowaloff afirma ter herdado o quadro de seu avô, Ivan Morozov, que o comprou em 1908. Dez anos depois, com a chegada do Partido Bolchevique ao poder na Rússia, todas as obras de arte mantidas em coleções particulares foram nacionalizadas por ordem de Vladimir Lenin.

Em 1933, o governo soviético vendeu o quadro para um colecionador de Berlim, que em seguida o negociou com o americano Stephen Clark, herdeiro da fábrica de máquinas de costura Singer. Morto em 1960, Clark estabeleceu em seu testamento que o quadro deveria ser doado para Yale. Pintado por van Gogh para retratar o café que ficava em frente a casa dele na Place Lamartine, em Arles, na França, seu valor hoje é estimado em US$ 200 milhões (R$ 730,2 milhões). (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…