a

Abertura da novela “Liberdade, Liberdade” vai do Velho Oeste ao grafismo

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
a
Abertura é inspirada em cartazes de filmes e referências da linguagem de grafismo || Crédito: Reprodução

A abertura da nova novela das 23h, “Liberdade, Liberdade”, que estreou nessa segunda-feira, reflete bem o mood da novela: é repleta de fantasia. A inspiração do trabalho veio das histórias em quadrinhos, cartazes de filmes do Velho Oeste e referências da linguagem de grafismo, e a ideia foi reforçar as características dos personagens centrais da trama, algo semelhante ao destaque que se dá aos poderes de super-heróis. “Trouxemos para a abertura esses trechos da novela, com cenas e os lindos cenários de Minas Gerais, para criar um clima de aventura, de mistura entre ficção e realidade, que marca ‘Liberdade, Liberdade’’. Além disso, optamos por essa linguagem de história em quadrinhos, referências de filme do Velho Oeste para conseguir tirar o personagem de sua apresentação real”, explica Alexandre Romano, diretor de arte do trabalho. Na abertura, é possível ver os personagens principais Andreia Horta, Matheus Solano, Dalton Vigh, Nathalia Dill, Bruno Ferrari, Lilia Cabral, Marco Ricca, Sheron Menezes e Caio Blat. A música “Francisco”, versão original e na voz de Milton Nascimento, foi escolhida para dar o tom à abertura da trama.

*

“Liberdade, Liberdade” é uma novela de Mario Teixeira baseada em argumento de Marcia Prates, livremente inspirada no livro “Joaquina, Filha do Tiradentes”, de Maria José de Queiroz. A direção artística é de Vinicius Coimbra. Abaixo, a abertura.

Você também pode gostar