A Casa abre exposição “Transgressão” com trabalho artesanal

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
nota_transgressao
Augusto Livio Malzoni, Renata Mellão e Carmo Sodré Mineiro || Crédito: Divulgação

Transgressão é a palavra que batiza a nova exposição do A Casa Museu do Objeto Brasileiro, de Renata Mellão. A abertura rolou nessa terça-feira, com uma turma das boas do design, da moda e das artes. São trabalhos de 120 artesãos dos estados do Alagoas e Sergipe, com técnicas como bordado, renda e tecelagem e com a assinatura dos designers Aldi Fiosi, Izildinha Carderari, Adriana Fortunato, Kelly Oliveira, Beatriz Martinez e Adriana Fernandes. O desafio foi transgredir a forma, função e matéria-prima de objetos já inseridos no nosso dia-a-dia. Tudo alinhavado com o Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação, o SEBRAE Nacional e o Governo do Estado de Sergipe. A curadoria e direção geral é de Renata Piazzalunga. Confira abaixo quem estava por lá!

Créditos:
Costanza Pascolato e Renata Piazzalunga, Antonio Peticov e Cacau de Freitas, Elisa Stecca, Carolina Vendramini, Rosana Baracat, Marieta Ferber e Claudia Vendramini, João Pedrosa e Lydia Vainer e Paulo Freire || Créditos: Divulgação

“Transgressão”

A CASA, Avenida Pedroso de Morais, 1216, Pinheiros, São Paulo
De 25 de fevereiro a 22 de março de 2015

Você também pode gostar