Publicidade
Tom Brady
Tom Brady || Crédito: Reprodução/Instagram

Desde que pendurou as chuteiras da NFL, Tom Brady tem diversificado seus investimentos. As apostas mais recentes ilustram bem essa ambição variada e incluem a compra de uma participação minoritária no time de futebol britânico Birmingham City e a efetivação do acordo de US$ 375 milhões (R$ 1,9 bilhão) com a Fox Sports, da qual agora é o principal comentarista esportivo. Mas o lendário quarterback continua surpreendendo nessa nova fase como investidor, sobretudo porque sua última empreitada foi em um setor um tanto quanto “diferenciado” para ele: o da aviação comercial. Depois de meses de negociações, a Delta Airlines confirmou recentemente que Brady será seu “consultor estratégico,” função pela qual o atleta aposentado de 46 anos será remunerado de múltiplas formas – inclusive com bônus compostos por ações da gigante aérea americana. GLMRM revela a seguir mais detalhes desse “touchdown”:

Consultor de alto calibre

Segundo informações divulgadas pela Delta, o cinco vezes MVP do Super Bowl e vencedor por sete vezes da grande final do futebol americano não será colocado em nenhum posto decorativo. Brady realmente vai trabalhar para a companhia, especificamente como o responsável por ajudar a desenvolver “ferramentas de trabalho em equipe” e por estratégias de marketing e engajamento com clientes. Além disso, ele também terá um canal direto com Ed Bastian, CEO da Delta, para discutir diversos temas estratégicos.

Em busca da excelência

“Estou grato por me juntar à família Delta, uma empresa que eu amo e respeito há anos,” disse Brady em um comunicado oficial. Ele destacou que a excelência que o levou a vitórias consecutivas no Super Bowl se alinha com a cultura de liderança e compromisso da Delta, que tem valor de mercado na casa dos US$ 26,3 bilhões (R$ 131 bilhões).

Laço pessoal com a aviação

A relação pessoal de Brady com a aviação é mais profunda do que se poderia imaginar. Filho de uma ex-comissária de bordo, Galynn, o astro esportivo aproveitou os descontos generosos em passagens aéreas que ela conseguia em razão da profissão para cumprir agenda profissional no começo da carreira, quando ainda não tinha se consagrado. Galynn, por sinal, se aposentou como aeromoça da Delta.

Reações misturadas

A maioria dos fãs de Brady tem celebrado essa nova etapa na vida do ídolo fora dos gramados. Mas alguns estão um tanto confusos com esses negócios dele pós-esporte. Algumas dúvidas são relativas a questões éticas, em razão de ele estar se associando, em certos casos, com empresas que mantêm relações corporativas diretas com times de futebol americano, o que pode gerar alguns conflitos de interesse com o contrato de quarentena que ele assinou com o Tampa Bay Buccaneers, última equipe na qual jogou.

Empreendedor multifacetado

Dito isso, Brady não é nenhum novato na cena corporativa. Sua marca de roupas esportivas homônima é a fornecedora oficial da equipe britânica de corrida de carros esportivos Hertz Team JOTA. O “império” dele também inclui uma produtora de filmes e programas de TV e outras parcerias no mesmo estilo “celebrity-for-equity” da que ele acaba de fechar com a Delta, no caso recebendo ações ou fatias das companhias para as quais empresta sua fama como pagamento pelos serviços que presta para elas.

Futuro incerto

Ainda não se sabe quanto tempo Brady e Delta permanecerão parceiros. Há rumores na mídia americana de que o enlace corporativo deve ser de longa data. O que é inegável é que esse novo capítulo adiciona outra camada intrigante ao já multifacetado currículo dele na esfera dos negócios. E, possivelmente, ele estará ganhando ainda mais dinheiro do que embolsava quando jogava.

Vida pessoal

Depois de ter, supostamente, “sofrido bastante” com o fim de seu casamento com Bündchen, conforme foi noticiado, Brady parece ter dado a volta por cima. Flagrado com uma certa frequência ao lado de Irina Shayk desde o fim de julho, consta que o affair ainda não confirmado dele e da atriz russa está ficando cada vez mais sério. No entanto, fontes próximas de Brady citadas em meados de julho pela revista “Sports Illustrated” teriam afirmado que ele não pensa em se casar novamente, e justamente porque está cada vez mais focado em explorar seu lado empresário. Não porque precise, claro, o que é evidenciado por sua fortuna estimada em US$ 300 milhões (R$ 1,5 bilhão).

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 17 de Abril

Dia 17 de Abril

3 boutiques de streetwear para descobrir em Paris Embora Paris seja conhecida por suas prestigiosas boutiques de luxo,...

Instagram

Twitter