Publicidade
Foto: Divulgação/Fernando Frazão/Agência Brasil

Usain Bolt, o aniversariante desse sábado (20), chega aos 36 anos como um caso raro em vários sentidos: além de ser considerado o homem mais rápido do mundo, um título carregado por poucos ao longo da história, é justo dizer que ele é o velocista mais famoso de todos os tempos e, sem sombra de dúvida, um dos atletas mais admirados mundialmente.

E não é pra menos, já que além do talento inegável para as pistas de corrida, o leonino nascido na Jamaica também é expert em manter uma boa imagem pública, capaz de fazer sombra até mesmo a eventuais deslizes, como os romances a jato e nem um pouco discretos que viveu no Rio de Janeiro durante sua passagem pelos Jogos Olímpicos de 2016 — o tipo de coisa que costuma desagradar certos patrocinadores.

E como Usain consegue se manter em alta o tempo inteiro mesmo sendo humano de vez em quando? GLMRM selecionou 5 motivos que provam porque ele é tão cool e que ajudam a explicar seu ar de fenômeno. Confira!

Ele é humilde

Acredite se quiser, mas Usain já teve a chance de deixar o príncipe Harry comendo poeira – literalmente – mas preferiu não fazer isso. Foi em um encontro que os dois tiveram na Jamaica em 2012, alguns meses antes das Olimpíadas de Londres. Desafiado pelo quinto na linha de sucessão ao trono britânico para uma corrida, o atleta topou a parada mas foi humilde e até deixou o rival real ganhar.

Ele é corajoso

Não é pra qualquer um: além de ter sido convidado pelo próprio Richard Branson para estrelar um comercial do provedor de internet banda larga do bilionário inglês, a Virgin Media, Usain não somente aceitou o trabalho como ainda foi bastante elogiado pelo filminho de 40 segundos que protagonizou. É preciso lembrar que famosos evitam ao máximo associar suas imagens a empresas que fornecem serviços de internet, já que estas geralmente lideram as queixas de consumidores em vários países.

Ele não liga pra dieta

Nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, Usain levou o ouro na disputa dos 100 metros depois de comer nada menos que mil chicken nuggets do McDonald’s. Foi ele mesmo que fez a revelação na biografia que lançou anos mais tarde, a “Faster than Lightning”. “No começo, comi uma caixa com 20 [chicken nuggets] no almoço. Depois mandei pra dentro outras quatro caixas no jantar, mais duas no café da manhã e continuei comendo até momentos antes da corrida”, ele escreveu no livro.

Ele quebra os próprios recordes

Mais emocionante do que quebrar um recorde deve ser quebrar o próprio recorde. Usain fez isso durante o Campeonato Mundial em Berlim, em 2009, quando correu nos 100 metros livres em apenas 9.58 segundos. Dias depois ele subiu ao pódio de novo para receber o ouro pelos 200 metros livros, que completou em 19.19 segundos, de novo mais rápido do que qualquer outra pessoa no planeta.

Ele tem sua própria pose

Não dá pra falar de Usain sem mencionar sua marca registrada, a famosa pose “raio” que ele faz pra festejar sempre que ganha uma corrida e que tem até nome: “To The World”. E a lista daqueles que já o copiaram é repleta de nomes de peso, como Barack Obama, o príncipe Harry e Neymar. A pose, aliás, tem origem em um ritmo jamaicano conhecido como dancehall, que mistura techno music com reggae, e do qual o atleta é fã. Impossível ser mais cool!

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 23 de Abril

Dia 23 de Abril

Hoje vamos com as noticias mais estilosas da primavera A França, esse querido país da moda e da...

Instagram

Twitter