Gisele família
Foto: Reprodução/Instagram

A revista, Gisele Bündchen diz que criar filhos com Tom Brady não é um ‘conto de fadas’

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

O casamento de 13 anos de Gisele Bündchen com Tom Brady não foi um “conto de fadas” para a supermodelo enquanto criava três filhos. “O foco dele estava na carreira, o meu é principalmente nas crianças”, revelou ela em entrevista à edição de junho da Vogue britânica, divulgada nesta quarta-feira (18).

“Estou muito grata por ele me deixar tomar as rédeas quando se trata de nossa família. Ele confia nas minhas decisões”, disse a modelo brasileira, que garante que relacionamentos bem-sucedidos não acontecem sozinhos. “Nunca é o conto de fadas que as pessoas querem acreditar que é. É preciso trabalhar para estar realmente em sincronia com alguém, especialmente depois de ter filhos.”

Gisele e o jogador de futebol americano se casaram em fevereiro de 2009, menos de dois anos depois do nascimento do filho de Tom com a Bridget Moynahan, Jack, agora com 14 anos. No mesmo ano, o casal deu as boas-vindas ao filho Benjamin, agora com 12 anos, seguido pela filha Vivian, agora com 9 anos, em dezembro de 2012.

Após 20 temporadas com o New England Patriots e uma com o Tampa Bay Buccaneers, Brady anunciou sua aposentadoria da NFL em fevereiro – apenas para revelar seu plano de retornar seis semanas depois. Antes de seu breve hiato esportivo, o sete vezes vencedor do Super Bowl elogiou sua esposa por segurar “a casa por um longo tempo” durante sua carreira.

“Ela não trabalhou muito nos últimos 10, 12 anos enquanto criava nossa família e se comprometeu com uma vida em Boston, e depois se mudou para a Flórida”, disse ele a um podcast em 2021. “Isso é um problema.” Brady posteriormente disse que a paternidade durante a carreira foi “difícil de conciliar”.

Quando o quarterback voltou atrás em sua aposentadoria com um tweet em março, ele agradeceu sua “família de apoio” por concordar com sua decisão. “Aqui vamos nós novamente!”, Bündchen disparou no Instagram na época. “Vamos amores! Vamos Bucs!”

No mês seguinte, Brady chorou ao comparar suas habilidades como pai com as de seu próprio pai, no documentário “Man in the Arena”, dizendo que ele experimentou “desequilíbrios” em sua vida.

“Eu sei que não sou um pai tão bom para meus filhos quanto meu pai tem sido para mim”, disse no episódio de abril. “Espero que [meus filhos] não levem as coisas tão longe quanto eu as levei. Quero que eles tenham grande sucesso em tudo o que fazem, mas há um tormento em mim que não desejo a eles.”

Você também pode gostar