Donald e Melania com seu filho, Barron Trump, e a escola que a primeira-dama dos EUA visitou
Donald e Melania com seu filho, Barron Trump, e a escola que a primeira-dama dos EUA visitou || Créditos: Reprodução

Visita de Melania Trump à escola da Flórida pode ser pista de que ela e seu marido vão mesmo se mudar pra lá

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Donald e Melania com seu filho, Barron Trump, e a escola que a primeira-dama dos EUA visitou
Donald e Melania com seu filho, Barron Trump, e a escola que a primeira-dama dos EUA visitou || Créditos: Reprodução

E não é que Melania Trump, que raramente abre a boca pra dizer um “ai” e no máximo envia mensagens através das roupas que usa em público, pode ter dado com a língua nos dentes e sem querer entregado seu destino pós-Casa Branca junto com Donald Trump? É que dias atrás a primeira-dama dos Estados Unidos foi vista visitando um tradicional colégio de ensino médio de Fort Lauderdale, na Flórida, no qual estaria interessada em matricular seu filho com o presidente do país, Barron Trump, de 14 anos.

A instituição de ensino em questão é a Pine Crest, que fica cerca de 40 minutos de carro distante de Mar-a-Lago, a residência clube do político em Palm Beach. Há tempos existem rumores de que os Trumps pensam em se mudar para lá tão logo se despedirem de Washington, já que na Flórida eles ainda são bastante populares – e ao contrário de Nova York, onde moravam antes de sua chegada ao poder.

O fato de que na Big Apple ninguém quer nem ouvir falar no nome deles por agora, mais a sondagem de Melania na Pine Crest – que custa US$ 35,1 mil (R$ 176,7 mil) por ano e exige que os pais de seus alunos forneçam extratos de imposto de renda para provar que podem bancar a soma – estão sendo entendidos como pistas de que se mudar para o “Sunshine State” realmente está no plano do casal. Aliás, consta que a senhora Trump adorou a escola, a mesma em que estudaram Ariana Grande e Kelsey Grammer. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…