Glamurama bateu um papo com Andy Summers, guitarrista do The Police

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Glamurama foi conferir o show do DVD "United Kingdom of Ipanema", na noite dessa quinta-feira, no Sesc Rio Noites Cariocas, no Píer Mauá, e estranhou ao ver o lugar meio vazio. Afinal, em instantes, Andy Summers, guitarrista do The Police, e Roberto Menescal tocariam o melhor da bossa nova e os maiores hits da banda britânica. Mas foi bem melhor assim. Quase todo mundo sentou no chão, na beiradinha do palco, inclusive Lenine e George Israel.

* Já Vik Muniz – que chegou um pouco depois e saiu minutos antes do fim – preferiu o conforto da arquibancada e curtiu a apresentação com Oskar e Nazaré Metsavaht. “Quando o The Police esteve aqui pela última vez, o Andy foi na Osklen e adorou o conceito. Então, quis usar o nome United Kingdom of Ipanema para esse projeto dele com o Menescal. Estou envolvido desde o começo, fiz a capa do DVD, assino o figurino. Estar hoje aqui é a realização disso tudo”, contou Oskar.
* Com participações de Fernanda Takai, Marcos Valle e Cris Delanno, do Bossacucanova, o show foi perfeito. Menescal contou que conheceu Andy porque ele escutou a versão que o brasileiro gravou de “Roxanne”. Arranhando o português, o inglês avisou ao público: “Agora o bicho vai pegar”. Na sequência, “Every Little Thing She Does Is Magic”. Ouviu-se ainda “Samba de uma Nota Só”, “O Barquinho”, “Chega de Saudade”, “Samba de Verão”, “Every Breath You Take”, “Message in a Bottle”, “De Do Do Do, De Da Da Da”.

* Com exclusividade, a gente trocou umas palavrinhas com Andy no camarim. Ele contou que estava preocupado porque teve dor de garganta e muita febre esses dias, mas que se sentia feliz demais porque tudo funcionou bem. “Adoro o Brasil. Realmente, The Police combina com bossa nova. Você gostou?” Nem precisa responder…

Você também pode gostar