O jornal francês “Le Monde” dá destaque ao trabalho de autoprodução da cantora maranhense Aline de Lima

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

O jornal “Le Monde” desta quarta-feira deu destaque ao trabalho de autoprodução da cantora maranhense Aline de Lima, que mora em Paris há quase 12 anos e que acaba de lançar seu terceiro CD, “Marítima”. A publicação mostra a artista como um modelo inovador para resistir à crise fonográfica mundial.

* Com os dois primeiros trabalhos lançados de forma independente, a cantora conseguiu produzir o disco atual com a ajuda de um fã, que ficou encantado com a sua versão de “Septembre”, da cantora francesa Barbara. Com um velho computador, cabos, microfones e programas de mixagem e montagem, Aline gravou o CD com 8 mil euros. A versão digital custa 8 euros em várias lojas virtuais de música.

 

Você também pode gostar