As duas faces de Melissa
As duas faces de Melissa || Créditos: Reprodução

Paolla Oliveira em um papo sobre insegurança e outras vidas: vem!

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
As duas faces de Melissa || Créditos: Reprodução
As duas faces de Melissa || Créditos: Reprodução

Paolla Oliveira adorou a passagem de tempo –  e de vidas – na novela das seis da Globo, “Além do Tempo”. Pra quem não acompanha, os personagens ressurgiram reencarnados. “Isso foi uma grande novidade. Estava todo mundo com medo de ser mal recebido pelo telespectador, mas eu acho que as pessoas gostam de novidade. E foi uma transformação bacana também para o elenco, exigiu da gente força e ânimo para recomeçar. É uma nova batalha”.

Melissa, a vilã vivida pela atriz, está bem diferente. “Ela, nesta segunda fase da novela, está muito amorosa. Ela voltou muito frágil nesta vida. Antes o problema era o excesso de segurança. Jogava as maldades no superego. Agora ela virou insegura: a mulher que está do lado dela é sempre mais bonita, mais bem vestida… O seu castigo foi reencarnar com essa fragilidade, e aquela dor do passado vai voltar por aí”.

Será que Paolla acredita nessas coisas? “Se eu não acreditasse, seria tudo ‘cada um por si e Deus por todos’. Hoje a novela diz que o que a gente dá de amor é o que vai receber mais pra frente. E ensina a não julgar. Quem julga não evolui em nada”.  Com qual Melissa ela se parece mais: a segura de antes ou a insegura atual? “Ah, ninguém é cem por cento seguro, mas eu tento buscar minha segurança. Pra isso, dou o melhor de mim no meu trabalho e procuro me sentir bonita”.

Aliás, a atriz está linda… “Acho que é porque estou loira, com esse cabelão. Na verdade, estou feliz, procurando minha felicidade”. Sobre os elogios que recebeu por sua atuação no fim da primeira fase: “Fico satisfeita quando elogiam a minha cena, mas se fosse algo isolado acabaria se perdendo, se diluindo. O mais bacana é que a novela toda é bem falada”. (por Michelle Licory)

Você também pode gostar