Vladimir Putin
Reprodução/Pixabay

Mega iate de R$ 3,5 bi ancorado na Itália pode pertencer a Putin

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

A profissão de confiscador de bens soa mais entediante do que excitante, mesmo quando o confiscado fez por merecer, principalmente em razão de toda a burocracia que envolve. A menos que os bens a serem confiscados pertençam a bilionários russos – daí basta chamar um bom roteirista e um diretor de fotografia para que qualquer confisco ganhe ares de thriller hollywoodiano.

Esse é o caso, por exemplo, de um mega iate registrado em Berem, no noroeste da Alemanha, que ancorou recentemente em um porto da região de Toscana, na Itália, onde ainda permanece. A propriedade não foi descoberta por ninguém até agora, o que faz todo mundo acreditar nesse momento que seu dono seja Vladimir Putin, o presidente russo e atual vilão número um do mundo.

Batizada “Scheherazade”, em homenagem à lendária rainha persa e narradora dos contos de “As Mil e Uma Noites”, a embarcação com 140 metros de comprimento foi construída pelo estaleiro alemão Lürssen e entregue em 2020. Sua decoração foi assinada pelo escritório de arquitetura naval francês Zuretti Interior Design, e seu custo final foi de US$ 700 milhões (R$ 3,5 bilhões).

Tal cifra aponta para o fato de que muito provavelmente apenas um bilionário poderia tê-la encomendado – o clube dos dez dígitos russo é formado por 85 nomes. Como ninguém, nem a polícia italiana, conseguiu localizar seu dono até agora, a suspeita é de que este seja mais um oligarca russo que, assim como a maioria de seus colegas de alcunha, não poupam despesas na hora de encomendar suas embarcações.

Mas a parte mais interessante dessa história é que agora todo mundo está achando que o “Scheherazade” é apenas mais um bem de Putin entre todos aqueles que supostamente pertencem ao czar moderno, cuja fortuna já chegou a ser estimada em US$ 200 bilhões (R$ 1 trilhão). Há quem diga que o grande sonho dele sempre foi o de ser um oligarca, o que não deu certo porque seu talento para os negócios vai de encontro à sua capacidade de chacoalhar a geopolítica mundial de tempos em tempos.

Teorias conspiratórias já dão conta de que Putin pretende usar o “Scheherazade” se precisar fugir caso perca a guerra com a Ucrânia. Como ex-agente da KGB, ele já deve ter seus planos A, B, C… para todos os cenários possíveis. Os mais realistas, no entanto, acham que o político, que de louco não tem nada, em breve vai conseguir acalmar os ânimos de todos – inclusive daqueles que adorariam saber a quem o mega iate pertence.

Você também pode gostar