Harry Macklowe Linda Burg
Foto: JP PULLOS/Patrick McMullan via Getty Images

Harry Macklowe e Linda Burg arrecadam 676 milhões de dólares com venda de coleção de arte

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Harry Macklowe e Linda Burg fizeram o primeiro leilão, ordenado pelo tribunal, para desapegar de sua coleção de arte. O promotor imobiliário de nova-iorquino e sua ex-esposa arrecadaram 676 milhões de dólares no segunda-feira (15) na casa Sotheby’s, em Nova York.

Em apenas duas horas, ocorreram a venda de 35 obras modernas e contemporâneas de artistas como Warhol, Rothko, Koons, Picasso e Giacometti, que ficaram milhões acima de suas estimativas. A pintura tricolor, de 1951, do artista contemporâneo Mark Rothko obteve o lance mais alto: a peça foi vendida por US$ 82,5 milhões a um licitante anônimo da Ásia. Esse foi o segundo valor mais alto já pago em um leilão por uma obra do artista.

A segunda parte da coleção, que será vendida no primeiro semestre de 2022, pode superar o recorde estabelecido pela coleção Rockefeller, comercializada em 2018, na Christie’s, por 835 milhões de dólares.

Os Macklowes eram colecionadores altamente considerados nos círculos de arte, de acordo com Natasha Schlesinger, historiadora e curadora de arte e fundadora da empresa de consultoria de arte ArtMuse. “A coleção deles, de extremo bom gosto, representa um certo período de tempo quando as obras quentes eram principalmente de artistas abstratos do sexo masculino e brancos”, diz Schlesinger. “A coleta hoje tomou novas direções, o que é evidente na diversidade de estilos nas vendas de tendas que acontecem na temporada de leilões de outono”, finaliza.

Você também pode gostar