Cientistas italianos pretendem desenterrar os restos mortais de Leonardo Da Vinci. tudo para comprovar uma antiga tese de que a obra mais famosa do artista, a “Mona Lisa”, nada mais é do que um autoretrato de Da Vinci.

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Extra! Cientistas italianos pretendem desenterrar os restos mortais de Leonardo Da Vinci. Tudo para comprovar uma antiga tese de que a obra mais famosa do artista, a "Mona Lisa", nada mais é do que um autorretrato de Da Vinci. Uma equipe de pesquisadores e historiadores europeus já pediu permissão para abrir a suposta tumba dele, localizada no Castelo de Amboise, no Vale do Loire, na França.

*Em entrevista ao jornal britânico "Daily Telegraph", o líder do estudo, Silvano Vincenti, explicou que a ideia é comparar a silhueta de Mona Lisa com o crânio de Da Vinci. Antes disso, será preciso confirmar se os restos mortais do Castelo de Amboise são mesmo do artista, morto em 1519. Para isso, os pesquisadores deverão usar um método especial de datação, além de examinar os ossos e dentes dos descendentes bolonheses de Da Vinci.

*A identidade de Mona Lisa é um dos maiores mistérios do mundo das artes. As teorias sobre a verdadeira identidade da mulher do retrato variam desde a mãe de Da Vinci até a mulher de um mercador florentino, Lisa Gherardini. Já a possibilidade de que ela seja o próprio Da Vinci baseia-se no fato de que o artista adorava criar enigmas em seus quadros, e também da suspeita de que ele era homossexual.

Mona Lisa: ou Da Vinci?

Você também pode gostar