Publicidade
Emicida || Créditos: Reprodução
Emicida || Créditos: Reprodução

Emicida completou 35 anos nessa segunda-feira e não deixou seus compromissos profissionais de lado. O rapper participou normalmente do programa ‘Papo de Segunda’, no GNT, ao lado de Fábio Porchat, Chico Bosco e João Vicente, e que tinha como convidado especial o humorista Yuri Marçal. Mas, o que ele não esperava era a homenagem que a produção preparou para comemorar a data. Uma de suas canções mais bonitas, “Quem tem uma amigo, tem tudo” foi cantada pelos principais nomes da música brasileira, entre eles, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Djavan, além dos amigos do rap e da vida, a família completa de Emicida e um final surpresa com a mensagem de Mano Brown, que raramente aparece: “Emicida, feliz aniversário meu parceiro, você que é hoje um dos grandes pensadores do nosso país, um dos maiores artistas do e compositores do Brasil e posso até dizer um dos maiores do mundo”, disse o líder do Racionais MCs”.  Resultado? Emicida foi às lágrimas e quase nem conseguiu comentar o vídeo de tanta emoção: “Você me quebraram agora”, disse.

A homenagem deixa ainda mais explícito o prestígio alcançado pelo artista que tem se firmado ao longo dos anos como uma das vozes mais potentes na luta contra o preconceito racial e as diferenças sociais do nosso país, por meio de sua postura como profissional e pensador – como bem disse o amigo Brown.

https://www.instagram.com/p/CEBA4M5l3tk/

Inclusive, Emicida apareceu aqui no Glamurama um tempinho atrás em live com Joyce Pascowitch, que vale a pena ser vista e revista. Para assistir, clique aqui.

Instagram

Twitter