É fã da estética de Wes Anderson? Conheça 10 lugares que parecem ter saído de filmes do diretor

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Locais que se parecem com filme do Wes Anderson / Crédito: Instagram

Locais perfeitamente simétricos e com cores que combinam entre si de um jeito único: parece que estamos falando de qualquer filme de Wes Anderson, cineasta, produtor e roteirista americano. Mas, dessa vez, não é exatamente isso. Com uma curadoria especial por trás, o instagram ‘Aciddentally Wes Anderson’ e também ‘Planeta Wes Anderson’ mostram os lugares espalhados pelo mundo que, acidentalmente, parecem ter saído de um dos longas do artista. A seguir, confira uma lista com 10 destinos que você precisa colocar na sua lista!

A Casa Holandesa na Propriedade Kuskovo: Moscou, Rússia

Para a nobre família Sheremetev, que morava na Rússia durante o século 18, os verões eram passados ​​em Kuskovo, uma grande propriedade a leste de Moscou. Um zoológico de edifícios ocupou a propriedade de 741 acres, incluindo uma igreja, uma gruta, um grande laranjal, seu palácio e a casa holandesa. Bem nos tons de ‘O Grande Hotel Budapeste’, né?

Pouto Lighthouse: Pouto Peninsula, na Nova Zelândia

Entre as areias movediças da Península de Pouto, o farol de madeira mais antigo da Nova Zelândia mantém sua vigilância sobre o Mar da Tasmânia. Construído com madeiras de florestas próximas, o Farol de Pouto – também conhecido como Farol Kaipara North Head – está no local há mais de 100 anos. Para quem conhece Wes Anderson, com certeza achou o lugar parecido com cenas de Moonrise Kingdom!

Crawley Edge Boatshed: Perth, na Austrália

No início, apenas alguns turistas tiravam fotos da pequena casa de barcos da família Nattrass. Mas, após ser ameaçado de demolição, o local é agora o mais fotografado em Perth. Os pesquisadores estão estudando o fenômeno para entender como o compartilhamento de fotos levou a toda essa popularidade.

Orthodox Bishop’s Palace: Novi Sad, na Sérvia

 


Quando o ‘Orthodox Bishop’s Palace’ foi construído em meados do século 18, a Sérvia estava sob o domínio dos Habsburgos, uma monarquia imperial centenária que mais tarde formaria o país da Áustria. Originalmente inaugurado em 1741, o palácio já estava de pé sete anos antes de sua cidade natal, Novi Sad, ser proclamada uma “cidade real livre” pela monarquia.

Hotel Belvédère Furka Pass: Furka Pass, na Suíça


Construído em 1882, o Hotel Belvédère é cercado por uma curva fechada em Furka Pass, uma estrada que serpenteia pelos Alpes suíços. Impossível não se apaixonar!

Húsavík Light: Húsavík, na Islândia

Na costa nordeste da Islândia, perto do Círculo Polar Ártico, o Farol de Húsavík, pintado em cores vivas, passa o inverno em uma escuridão que parece sem fim. Desde 1956, este farol conduz com segurança barcos de pesca pela Baía de Skjálfandaflói até a pequena cidade de Húsavík.

Posto Salva-vidas: Miami Beach, na Flórida

Até os postos de salva-vidas em Miami Beah possuem uma história intrigante. Muitas das estações foram destruídas quando o furacão Andrew atingiu a área no início dos anos 1990. A cidade decidiu reviver as ‘casinhas’ com projetos do arquiteto William Lane. As construções começaram a se tornar um movimento que representou o renascimento da cidade.

Stylenanda Pink Hotel: Seoul, na Coréia do Norte

Stylenanda é uma marca sul-coreana de maquiagem e moda. A empresa foi fundada em 2004, mas foi apenas em 2016 que a empresa inaugurou o Stylenanda Pink Hotel. O local é, na verdade, uma loja temática com fachada rosa e decoração inspirada nos anos 50. O local tem seis pisos no total, compostos por hall de entrada, spa, zona de sofás, lavandaria, piscina, café e terraço.

Hotel Moskva: Belgrade, na Sérvia

O Hotel Moskva é uma joia arquitetônica da secessão russa, construído em 1906, e que se tornou o ponto de encontro da elite mundial em Belgrade. O local foi inaugurado em 1908 pelo Rei Petar I Karadjordjevic.

Você também pode gostar