Chamadas de voz via Whatsapp durante voos é o assunto do dia nos EUA

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
tamanho-aviao
Interior de aeronave da American Airlines || Créditos: Divulgação

Apesar do uso da internet em voos ter se tornado cada vez mais comum, o avanço da conectividade nas alturas ainda é um território obscuro para a maioria. E o assunto do dia nos Estados Unidos é justamente o plano do Departamento de Transporte de obrigar companhias aéreas a informar passageiros antes da compra de suas passagens sobre suas políticas em relação ao uso do wi-fi móvel para fazer ligações de voz via aplicativos como Whatsapp e Viber a bordo de suas aeronaves. A razão para tal, é informar clientes que se impõem aos demais passageiros que usam a comunicação nas alturas.

“Os consumidores merecem ter informações claras e precisas se companhias aéreas permitem chamadas de voz antes de comprar uma passagem e embarcar em uma aeronave”, disse o Secretário de Transportes Anthont Foxx em comunicado nesta quinta-feira. Uma medida alternativa – e radical – seria proibir todas as chamadas de voz em voos domésticos e internacionais de ou para os Estados Unidos.

Apesar de operadoras norte-americanas terem atualmente capacidade de permitir que seus passageiros façam e recebam chamadas de voz via wi-fi durante os voos, o órgão revelou não ter conhecimento nenhum de empresas nos EUA que permitam, oficialmente, que as chamadas sejam realizadas. Entre as companhias americanas que oferecem o serviço de wi-fi estão a Alaska Airlines e a American Airlines.

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…