Brooklyn Beckham
Foto: Reprodução/Instragram/Vogue

Cerimônia judaica e show de David Blaine: os detalhes do casamento de Brooklyn Beckham e Nicola Peltz

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

O final da era dos casamentos cheios de restrições por causa da Covid-19, na Flórida, meio que foi decretado extraoficialmente nesse fim de semana, graças à comentadíssima boda de Nicola Peltz e Brooklyn Beckham.

Enquanto alguns poucos estados americanos ainda não liberaram a aglomeração de pessoas, a fim de evitar que a doença e suas variantes causem mais vítimas, Nicola e o primogênito de Victoria e David Beckham receberam 600 convidados no château à beira-mar em Palm Beach do pai da noiva, o investidor bilionário Nelson Peltz, casado com a ex-modelo Claudia Heffner Peltz.

A propriedade é conhecida como Montserrel, vale estimados US$ 100 milhões (R$ 469,2 bilhões) e foi esvaziada na semana passada para ser adaptada ao casamento que teria custado mais de US$ 4 milhões (R$ 18,8 milhões) – dinheiro de troco para Peltz, cuja fortuna é de US$ 1,6 bilhão (R$ 7,5 bilhões), e também para Posh e Becks, que juntos possuem US$ 600 milhões (R$ 2,8 bilhões).

Já na sexta-feira, os então noivos receberam alguns de seus amigos mais chegados em Montserrel, que eram recebidos com coquetéis logo na entrada. No sábado, o grande dia, Nicola e Brooklyn trocaram alianças numa cerimônia judaica tradicional que contou com quase todos os parentes deles e também várias celebridades, sendo as “mais mais” as irmâs Venus e Serena Williams, as atrizes Eva Longoria e Jordana Brewster, as Spice Girls Mel C e Mel B e o chef Gordon Ramsay, conforme Glamurama adiantou na semana passada.

Nicola escolheu se casar a bordo de um vestido da Valentino, que foi feito exclusivamente para a atriz e modelo de 27 anos por Pierpaolo Piccioli, diretor-criativo da maison italiana. O aclamado estilista também assinou pelo menos outros dois looks exclusivos para ela usar ao longo da celebração de três dias.

Brooklyn, de 23 anos, vestiu um terno Dior Homme pra dizer o “sim”, assim como seu pai e irmãos, Romeo e Cruz Beckham, estes últimos seus padrinhos (o de Nicola foi Brad Peltz, seu irmão jogador de hockey). Sua mãe e irmã, Harper, que foi dama de honra no casamento do ano, ambas vestiam looks criados pela própria estilista.

Uma vez casados, Nicola e Brooklyn agora assinarão Nicola Peltz Beckham e Brooklyn Joseph Peltz Beckham – o noivo optou por adicionar o sobrenome da mulher ao seu nome completo.

Show de mágico e chef dos Clinton

Após a cerimônia, os dois guiaram todo mundo rumo ao maior ambiente de Montserrel, que foi transformado em salão de festas especialmente para a ocasião, e logo foram surpreendidos com a presença do ilusionista americano David Blaine, de quem o aspirante a fotógrafo é fã.

Depois de fazer uma performance, Blaine apresentou a próxima atração: Marc Anthony, que cantou quatro de suas músicas para os recém-casados. Em seguida, a comida foi servida pelo chef francês Thierry Isambert, que costumava cozinhar ocasionalmente para Bill Clinton na Casa Branca quando o político era presidente dos EUA, entre 1993 e 2001.

Discurso de Bechkam e doação para a Ucrânia

Ao longo do jantar, o astro dos gramados aposentado e Nelson pediram a palavra para fizer discursos em homenagem aos seus herdeiros, que se conheceram em 2019 e noivaram no ano seguinte, já com planos de subir ao altar em 2020, que precisaram adiar por causa do novo coronavírus.

Aliás, o bilionário terminou seu discurso falando sobre a pauta que substituiu a da pandemia – a guerra entre a Rússia e a Ucrânia – pedindo a todos que fizessem doações para as vítimas ucranianas do conflito em vez de comprar presentes para Nicola e Brooklyn.

Você também pode gostar