Elizabeth II: tretas
Elizabeth II: tretas || Créditos: Getty Images / iStock

Advogado do Paquistão acusa rainha Elizabeth de ter diamante ilegal

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Elizabeth II: tretas || Créditos: Getty Images / iStock
Elizabeth II: tretas || Créditos: Getty Images / iStock

O advogado paquistanês Jawaid Iqbal Jafree criou na última quarta-feira uma saia justa para a rainha Elizabeth II, quando formalizou uma queixa contra a monarca em um tribunal de Laore, a capital e a mais populosa cidade da província do Panjabe, no Paquistão. No processo, Jafree acusa a rainha de manter ilegalmente entre as joias da coroa o famoso diamante Koh-í-noor, de 108,8 quilates.

O diamante, cujo nome significa Montanha de Luz, de 1304, e desde então passou pelas mãos de vários donos. Segundo Jafree, seu último proprietário legítimo foi o governo do Paquistão, que supostamente não autorizou sua doação em 1850 para a rainha Vitória, trisavó de Elizabeth II, declarada naquele ano Imperatriz da Índia.

Desde então o Koh-í-noor adorna a coroa Maltesa, uma das peças da coleção real, vista em público pela última vez em 1953, quando foi usada pela rainha mãe, Elizabeth I, na coroação de Elizabeth II. O imbróglio é ainda maior porque, caso o príncipe William se torne rei, a coroa Maltesa será entregue para a mulher dele, Kate Middleton, no ato de sua coroação como rainha consorte.

As chances de que o diamante seja devolvido, no entanto, são pequenas, uma vez que, segundo uma declaração do primeiro-ministro inglês David Cameron, “se isso acontecer o precedente criado seria preocupante e poderia resultar em um Museu Britânico vazio.” No passado, Jafree já escreveu várias cartas para a rainha solicitando a devolução da peça. Esta é a primeira vez que ele recorreu à justiça para tentar resolver a questão. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar