Publicidade
Foto Reprodução IG @estudio_pluri / @miti.same

Criado pelos arquitetos Eleonora Veschi, Beatriz Pereira Almeida e Luiz Henrique Lourenço, o Estúdio Pluri pode ser considerado um prodígio no segmento de arquitetura e decoração. Com foco nos projetos de alto padrão residenciais, comerciais e corporativos, em menos de três anos de atuação, o escritório já assinou e entregou mais de 60 trabalhos autorais de tipologias e metragens diferentes, tendo como premissa a criação de espaços que são a expressão única de quem os habita e que refletem os valores e aspirações dos proprietários.

GLMRM bateu um papo com o Estúdio Pluri sobre a arte de transformar espaços e inspirações na arquitetura e decoração.

1) Como vocês definem o trabalho como arquiteto/decorador?

Somos interlocutores entre o cliente, a funcionalidade e a estética. Nosso objetivo é criar o ambiente perfeito para quem vai vivê-lo.

2) Como era o espaço (apartamento ou casa) que recebeu do cliente e como ficou após a intervenção?

Um dos principais desafios do projeto consistia em realizar, apesar da configuração exígua do lote e do fato da casa ser geminada em uma das laterais, espaços iluminados e bem ventilados. Nesse sentido, o partido do projeto se baseou na integração dos ambientes e na reorganização das áreas abertas da casa, que se encontravam total ou parcialmente cobertas.
Através de intervenções pontuais, clareamos todos os ambientes e a casa deixou de ser escura e úmida, o jardim lateral e o terraço superior ganharam vida com novo programa e paisagismo.
Um dos principais destaques é a cozinha que foi toda remodelada, ela ganhou mais espaço com a incorporação de parte da antiga lavanderia, abrimos uma grande janela para o pátio externo, integrando a cozinha à área da churrasqueira. Derrubamos também a parede que a separava da sala e colocamos uma larga porta de correr que une ou separa os dois ambientes.
No living e jantar modernizamos o layout, atualizamos a iluminação e projetamos um grande móvel baixo que atravessa toda a lateral da casa, unindo todo o ambiente. Na parede que separa o jantar da cozinha instalamos um painel em madeira freijó que esconde a larga porta de correr que vai para a cozinha.
Nos fundos, a edícula se transformou em uma sala para as crianças, ligada ao pátio através de uma grande porta de correr em vidro. Na parte coberta do pátio instalamos uma bancada com churrasqueira e uma mesa, conjunto que se completa com um banco fixo em concreto implantado junto ao canteiro, configurando um espaço ao mesmo tempo aberto e protegido no qual a família pode se reunir nos almoços de domingo.
No pavimento superior, recuperamos o terraço que divide a suíte master da edícula, criando um espaço aberto com um chuveirão para os dias mais quentes. Com a remoção da cobertura que existia nesse terraço, permitiu-se a ventilação natural dos dois banheiros adjacentes, antes escuros e úmidos.

3) Onde encontram inspirações para se manter atualizados?

Além do repertório adquirido em experiências anteriores, também buscamos referências no nosso cotidiano, em lugares que visitamos, viagens, filmes, música, museus…. Nos inspiramos em publicações e escritórios que admiramos internacionais e nacionais.

Antes x Depois:

 

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 18 de Abril

Dia 18 de Abril

Paris em 3 tempos Vamos começar esta quinta-feira com o espírito já no final de semana, mergulhando em...

Instagram

Twitter