Publicidade
Foto Reprodução IG @lordysparisclub / @francisamiand

Localizado no coração do Sofitel Paris Baltimore Tour Eiffel, o Lordy’s Paris Club abriu suas portas não faz muito tempo e já conquistou seus habitués. A lenda conta que um certo Lord Baltimore, um influente homem de negócios londrino do início do século XX, ficou encantado com este edifício haussmaniano a dois passos da famosa Torre Eiffel e decidiu fazer dele seu lar. Foi então que ele começou a compartilhar suas memórias de viagem entre Paris, Londres e Nova York, gradualmente impregnando o local com a essência dessas três cidades, resultando em uma mistura delicada tanto na decoração quanto na culinária.

Assim que adentrei este refúgio franco-inglês, a primeira coisa que me chamou a atenção foi a cor laranja – mais precisamente cor de conhaque – que está maravilhosamente presente, conferindo suavidade ao restaurante. As luzes suaves a destacam ainda mais, criando uma maravilhosa atmosfera íntima. O Lordy’s Paris Club reflete o elegante estilo britânico de um clube e a grandiosidade da estética parisiense, uma fusão perfeita de duas atmosferas distintas.

A decoração, minimalista em sua essência, é meticulosamente pensada em cada detalhe, graças ao talento do arquiteto de interiores Michael Malapert. As cadeiras, feitas de diferentes materiais, harmonizam-se com as tonalidades gerais: branco quebrado, marrom, ocre. Nas paredes, as lembranças de viagem de Lord Baltimore organizadas nas estantes de madeira: livros, retratos, mapas-múndi… Quase sentimos o desejo de folheá-los. E, acima de tudo, notei alguns detalhes em forma de cachorro, provavelmente o animal totem de nosso amigo Lord Baltimore, que nos acompanha por todo o restaurante.

 

Após admirar a alma do restaurante, sentei à mesa e abri o menu. Uma jornada tanto além do Canal da Mancha quanto do Atlântico nos aguarda, com algumas influências francesas. Como entrada, me deixei tentar pelo Oeuf Cocotte du Lord: um ovo com cogumelos salteados e creme de parmesão. Um verdadeiro deleite desde a primeira colherada. E como prato principal, fui presenteado com uma viagem delicada e deliciosa ao redor do mundo. Entre o Fish & Chips e a ave, decidi experimentar a Very British Pie, uma torta de cogumelos e cebolas caramelizadas. Saborosa, crocante, perfeitamente temperada, graças principalmente ao seu molho de salsa. O que dizer, exceto que cada mordida era deliciosa e me transportava para o país dos Beatles e de Lady Di.

Finalmente, para encerrar, me permiti ser guloso e pedi uma Apple Tart sutil e deliciosa, além de profiteroles com chocolate praliné e seu molho de chocolate meio amargo para um retorno a Paris. Após esses pratos requintados, só posso agradecer ao simpático chef Yassine Riahi, que compartilha sua paixão e otimismo até nossa mesa.

 

 

 

 

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Milan Guide

Milan Guide

Estou prestes a embarcar para o Salone Del Mobile.Milano, um marco na indústria do design que celebra sua...
Festa Rabanne na NK

Festa Rabanne na NK

  Uma noite em clima disco para celebrar a abertura da Rabanne em sua primeira operação na América...

Instagram

Twitter