“Herdeiros” de Prince começam a reivindicar fortuna de R$ 1 bilhão

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Prince
Prince possui herdeiros ascendentes e descendentes diretos || Crédito: Getty Images

Cresce a cada dia o número de pessoas que entram com ações em tribunais do estado americano de Minnesota para serem reconhecidas como herdeiras de Prince, que morreu no dia 21 de abril, aos 57 anos. Até onde se sabe, o cantor não deixou um testamento e tampouco possui herdeiros ascendentes e descendentes diretos, já que ele era divorciado, seus pais já são falecidos e o único filho reconhecido por ele, Boy Gregory, morreu dias após o nascimento, em 1996, por conta de uma síndrome rara.

Na justiça americana, no entanto, pelo menos onze pessoas afirmam que possuíam algum tipo de relação com Prince e por isso podem ter direito na partilha dos bens deixados por ele. A lista inclui desde um preso em uma penitenciária federal dos Estados Unidos que diz ser filho do cantor até um grupo de sete pessoas (cinco mulheres e dois homens) que afirmam serem descendentes da irmã do tataravô do cantor. Alguns serão submetidos a testes de DNA.

Caberá às autoridades decidir quem ficará com a fortuna de Prince, estimada em mais de US$ 300 milhões (R$ 1,04 bilhão). Até mesmo a igreja frequentada pelo cantor, que era membro das Testemunhas de Jeová, pode ser beneficiada com alguma coisa. A única certeza por enquanto é que a maior parte do patrimônio dele ficará com o estado, já que o imposto sobre grandes fortunas nos Estados Unidos é de 40%, e em Minnesota, onde ele morava, é de no mínimo 16%. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar