Jay-Z durante apresentação em Nova York transmitida com exclusividade pelo Tidal
Jay-Z durante apresentação em Nova York transmitida com exclusividade pelo Tidal || Créditos: Getty Images

Jay-Z tira álbuns do ar nos principais serviços de streamings. Menos do…

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
85322875
Jay-Z durante apresentação em Nova York transmitida com exclusividade pelo Tidal || Créditos: Getty Images

Ao que tudo indica, deve ir longe os problemas enfrentados pelo Tidal, e Jay-Z pode ter encontrado uma forma para fazer com que seu serviço de streaming de música ganhe fôlego. O rapper americano decidiu tirar a trilogia “The Blueprint” e “Reasonable Doubt”, seus discos de maiores sucessos, de todos os outros serviços de streaming. Spotify, Apple Music, Google Play, Amazon e até mesmo da loja da iTunes.

A ideia, segundo a Pitchfork, publicação especializada no mundo da música, é que os fãs de Jay-Z deixem os outros serviços de streaming e migrem para o Tidal. Uma manobra bem parecida com o que Kanye West fez ao lançar seu último álbum “The Life of Pablo” e fez com que, segundo informações levantadas pelo “TMZ”, duplicasse o número de assinantes do serviço.

*

Essa não é a primeira vez que um artista decide tirar sua discografia de serviços de streaming. Taylor Swift, na época, chegou a escrever um artigo para o “Wall Street Journal” contra os serviços de música e os valores pagos por eles. O cantor Prince também fez um movimento parecido em 2015.

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…