Zeca Baleiro canta Zé Ramalho, “uma vítima de estereótipo”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0


Em mais um ano do projeto Banco do Brasil Covers, Monique Gardenberg – que em 2012 botou Bethânia para cantar Chico Buarque e Sandy, Michael Jackson – desta vez convidou Zeca Baleiro, que vai revisitar o repertório de Zé Ramalho. “Quando surgi, fui comparado ao Zé por conta de ser um rock nordestino, com tema tirado do cordel e um timbre grave, embora ache ele um cantor muito melhor que eu. E a minha peleja é mais pop. Mas, de qualquer forma, reinterpretar a canção alheia tentando que pareça um pouco sua é umas das maiores dificuldades. Ainda não comecei a escolher entre as composições lindas e delirantes do Zé, uma vítima do estereotipo por causa de ‘Mistérios da Meia-noite’ e ‘Avorai’. Pelo menos ele é o único desse projeto que pode ser consultado. Me desculpe a piada infame.”

* É que Maria Gadu, outra artista selecionada por Monique, vai homenagear Cazuza, e um grupo formado por Leoni, João Barone, Dado Villa-Lobos e Toni Platão, os Beatles. “E, apesar de Ringo e Paul ainda estarem por aqui, quem herdou os direitos da banda foi a Paris Jackson”, comentaram os músicos, essa terça-feira em um encontro para lançar a programação dos shows especiais, que vão passar por cinco capitais. Por lá, Zeca circulava com uma bengala de madeira. Mas não era pra fazer tipo. Ele se machucou feio, jogando futebol…