08.08.2020  /  9:00

Yoga é atividade queridinha de celebs e Glamurama ensina o passo a passo como começar essa prática

Isis Valverde, Gisele Bündchen e Jennifer Aniston / Crédito: Instagram

Já sabemos que yoga é uma atividade que faz bem para o corpo e a mente e ajuda na rotina de pessoas sensíveis, estressadas ou ansiosas. Não à toa que famosas como Gisele Bündchen, Grazi Massafera, Isis Valverde, Angélica, Jennifer Aniston, Sabrina Sato e até mesmo Beyoncé são adeptas dessa prática Milenar. Em entrevista, Aniston contou que a yoga ajudou também a melhorar sua alimentação: “Yoga te ajuda a se preparar para qualquer coisa”, contou a estrela à imprensa. Já Beyoncé gosta tanto de yoga que em 2014 passou alguns dias em um retiro na Califórnia junto com Gwyneth Paltrow. Mas, afinal, por onde começar?

De acordo com a Yogini, criadora do canal Pri Leite Yoga, Priscilla Leite, o yoga é uma ciência milenar que nos ajuda a criar uma conexão com o momento presente. “Técnicas de respiração e posturas podem promover uma sensação de relaxamento ajudando a reduzir a ansiedade e o estresse tão presente nos últimos tempos”, diz a especialista.

A realização dessa atividade é muito bem recebida em momentos de crise e situações em que não sabemos como lidar com o que está acontecendo ao nosso redor: “Yoga proporciona um momento em que podemos dedicar apenas para nós, um refúgio para o nosso corpo, mente e coração”, explica. A atividade também pode ser uma das maneiras mais eficazes para aumentar a imunidade e ainda ajudar o corpo a combater infecções. “O estresse é um dos principais inimigos da nossa imunidade, fazendo com que nossa mente e sentidos fiquem fracos. O yoga, por outro lado, leva a um estado mental positivo que promove saúde mental e também física”, afirma Priscilla Leite.

Por isso, acrescentar o Yoga na sua rotina pode ser uma excelente alternativa para lidar melhor com o estresse e a ansiedade. Para começar, no entanto, é necessário saber algumas posturas básicas da atividade. “As posturas de yoga ajudam a estimular os órgãos a acelerar a sua função. Em particular, o sistema digestivo, bem como o sistema respiratório são as duas áreas principais do corpo em que podemos focar na prática de yoga, especialmente para melhorar a imunidade”, pontua Priscilla. Confira abaixo os exercícios iniciais para praticar em qualquer lugar.

Postura da criança

Em um tapete de yoga, colchonete ou edredom sente-se sobre os joelhos e os separe em uma distância maior que a dos quadris. Devagar caminhe o corpo para frente até encostar a testa no tapete. Você irá sentir um alongamento nas costas e possivelmente nos quadris. A Intenção é que o aluno relaxe profundamente e se conecte com sua respiração, pois ela é aliada no equilíbrio do sistema nervoso. Essa postura é indicada para qualquer pessoa e possui grande efeito calmante, contribuindo também para normalizar a pressão arterial, uma vez que coloca cabeça e coração no mesmo plano. Além disso, ela ajuda a desacelerar e a relaxar, fortalecendo o sistema imunológico.

Postura do Gato e da Vaca

Numa postura de quatro apoios espalhe os dedos das mãos e as posicione na mesma distância dos punhos, quadril e os calcanhares. Ao inalar, leve o peito para frente e para cima, com a barriga sendo empurrada para baixo. Relaxe os ombros esticando a garganta e alongando o pescoço. Na exalação, empurre o chão com as mãos arredondando a coluna. Leve o queixo em direção ao peito e o osso púbico em direção ao umbigo. Repita por quatro vezes as duas posturas. É importante focar na inspiração. Essa postura auxiliará relaxamento da tensão de ombros e de toda cadeia posterior. Ajuda a ampliar o espaço de respiração e promove um poderoso efeito calmante além de ser muito benéfica no alívio de dores na coluna.

Cachorro olhando para baixo

Para realizar a postura do cachorro olhando para baixo, no tapete de yoga fique em uma posição de quatro apoios e posicione as bolas dos pés no chão, espalhe bem os dedos das mãos e eleve os glúteos para cima e para trás, mantendo os joelhos dobrados para alongar a coluna. Essa postura auxilia o sistema nervoso, circulação sanguínea e no processo de aumento da imunidade.

Postura da Ponte

Deite-se de costas, com os braços próximos ao corpo e as palmas das mãos voltadas para baixo. Depois, dobre os joelhos e coloque os pés no chão. Além disso, apoiando seus ombros, braços e pés, levante as costas do chão. Continue respirando devagar. Mantenha a postura por um minuto. Relaxe e repita. A prática da postura da ponte aumenta a circulação sanguínea através das artérias e proporciona descanso aos músculos do coração. Além disso proporciona alívio da dor nas costas, fortalece a coluna e reduz a tensão no pescoço. Por fim, essa asana também fornece alívio de enxaquecas, dores de cabeça, insônia e exaustão.

Torção Deitada

Deite-se sobre o tapete e traga os joelhos em direção ao peito, abraçando-os e balance-os de um lado para o outro. Depois, respire e leve os dois joelhos para a direita na sua exalação. Abra os braços e leve os dois joelhos para a direta e fique nessa postura por até um minuto. Estique uma das pernas se preferir e depois faça para o outro lado. Essa postura é excelente para as costas e também para a digestão, que está intimamente ligado ao sistema imunológico. Além disso, ela ajuda a massagear os órgãos internos e precisa ser iniciada primeiramente pelo lado direito, que é a direção do intestino.