17.08.2016  /  17:22

Xi… Confusão à vista para Leonardo Di Caprio. Entenda!

604358411GS012_EE_British_A
Fundação de Leonardo Di Caprio é investigada|| Créditos: Getty Images

A fundação de Leonardo Dicaprio está na mira do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que investiga há meses um esquema de lavagem de dinheiro que envolve desde a produtora de filmes Red Granite ao fundo soberano da Malásia 1Malaysia Development Berhad (1MDB). A entidade, fundada por Dicaprio em 1998, é alvo de questões das autoridades americanas por conta da maneira como administra as quantias que levanta com doações – somente em julho, em um evento em Saint Tropez, foram mais de US$ 45 milhões (R$ 144,4 milhões) arrecadados em um leilão beneficente.

Há vários fatos estranhos no caso. Um exemplo é um jantar organizado pela fundação, que tem a preservação do meio ambiente como bandeira principal, no qual os convidados compareceram de helicóptero e que teve robalo chileno, um dos peixes mais ameaçados de extinção, como prato principal, além de pouca transparência com relação ao custos de manutenção de projetos sociais. Administrada pela mãe de Dicaprio, Irmalin, a fundação funcionou como entidade sem fins lucrativos até 2008, quando foi transformada em fundo filantrópico, o que a eximiu  de prestar contas com o fisco americano.

Não é a primeira vez que Dicaprio teve seu nome citado no escândalo, já há cerca de um mês foi descoberto que parte dos US$ 3 bilhões (R$ 9,6 bilhões) desviados do 1MDB foram investidos em projetos da Red Granite, responsável pelo filme “O Lobo de Wall Street,” estrelado pelo ator. (Por Anderson Antunes)