10.05.2018  /  9:00

William, Kate e cia dividem moradia no Palácio de Kensington com três fantasmas… Aos fatos!

Vista aérea do Palácio do Kensington, onde moram William e Kate || Créditos: Getty Images

A parte do Palácio de Kensington na qual vive o príncipe William, Kate Middleton e os príncipes George, Charlotte e Louis é mal assombrada, de acordo com o biógrafo real Andrew Morton. Conhecido como “Apartment 1A”, o local historicamente costuma ser reservado ao segundo colocado na linha de sucessão ao trono – no caso de William (ele somente se tornará rei depois da morte do pai, o príncipe Charles).

Segundo Morton, três fantasmas de membros da realeza de outras épocas habitam a ala específica da residência oficial localizada no coração de Londres: são eles o rei George II, Carolina de Brunsvique e a princesa Sophia do Reino Unido. Todos deram seus últimos suspiros em Kensington, alguns em circunstâncias pouco convencionais…

George, que reinou entre 1727 e 1760, morreu aos 77 anos de ataque cardíaco, enquanto encarava uma janela. A partida de Carolina dessa para uma melhor foi mais estranha: odiada pelo marido, o rei George IV, ela foi banida da coroação dele em 1820 e morreu pouco tempo depois, possivelmente envenenada. Sophia teve uma morte bem mais tranquila, enquanto dormia.

Vários funcionários palacianos afirmaram já terem visto os fantasmas dos três dando pinta no tal do “Apartment 1A”. William, que foi criado no espaço junto com o irmão, o príncipe Harry, aparentemente não dá muita bola pra isso. Da família real, só mesmo Camilla Parker-Bowles morre de medo de assombração, não pisa lá por nada e inclusive já sugeriu um exorcismo. (Por Anderson Antunes)