Fundadoras do Black Lives Matter || Reprodução Pixabay

Você sabe como surgiu o #BlackLivesMatter? Glamurama conta quem são as três mulheres negras à frente da organização

1 Compartilhamentos
1
0
0
0
0
0
Opal Tometi, Alicia Garza e Patrisse, fundadoras do Black Lives Matter || Reprodução Pixabay

Você com certeza ouviu falar do movimento ‘Black Lives Matter’ que ganhou força nos últimos dias por conta da morte de George Floyd. O ex-segurança negro foi asfixiado por um policial branco na cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos, e gerou comoção e revolta levando muita gente a protestar nas cidades do país. Mas você sabe de onde surgiu esse movimento? Glamurama explica: Ele é fruto da união de três mulheres negras e começou em 2013, quando a escritora, professora e ativista Alicia Garza compartilhou em suas redes sociais um manifesto de indignação pela morte do jovem negro Trayvon Martin. Ele tinha 17 anos e foi morto a tiros por George Zimmerman, que foi absolvido do crime: “Pessoas negras. Eu amo vocês. Eu nos amo. Nossas vidas importam. Vidas negras importam”, escreveu Alicia na época. A artista e ativista Patrisse Khan-Cullors  foi uma das pessoas que compartilhou a publicação com a hashtag #BlackLivesMatter. Para completar o trio, a escritora Opral Tomeri, que viu a publicação, procurou as mulheres e daí surgiu o movimento que dá voz e ressalta a importância das vidas negras, além de lutar contra o racismo.

Para definir melhor, o movimento criado por três mulheres empoderadas tem como missão “erradicar a supremacia branca e construir poder local para intervir na violência infligida às comunidades negras pelo Estado e pelos vigilantes, combatendo atos de violência, criando espaço para a imaginação e a inovação dos negros e centralizando a alegria dos negros”, conforme explica o site oficial da  organização. “Estamos trabalhando para um mundo onde as vidas negras não são mais sistematicamente alvo de morte”, elas afirmam no portal.