03.01.2021  /  8:05

Violino raríssimo avaliado em mais de R$ 3,6 milhões é roubado junto com carro em Los Angeles

Rowland Weinstein e seu violino do século 18
Rowland Weinstein e seu violino do século 18 || Créditos: Reprodução

Mistério em Los Angeles! Um violino raríssimo que data de 1710 foi roubado dias atrás do carro de Rowland Weinstein, um negociador de artes de lá que em 2011 já tinha tido um desenho de Pablo Picasso surrupiado de seu estúdio em San Francisco, quando o veículo estava estacionado na frente da residência dele. O instrumento do século 18 estava no banco de trás do Model C da Tesla que Weinstein dirigia na ocasião, justamente para levá-lo de uma locação anterior para uma mais segura.

No meio do caminho, Weinstein resolveu dar uma passadinha rápida em casa e, quando voltou, viu que o possante tinha sido levado com tudo dentro. Há indícios de que um ladrão de carros atuava desde o começo do mês na região em que ele mora, e que no caso de ter sido o mesmo criminoso o responsável pelo crime, pode ser alguém que nem sequer sabe o que tem em mãos.

Assinado por Hieronymus Amati II, um dos maiores fabricantes de violinos da história, o violino de Weinstein foi comprado em um leilão em outubro de 2013 por US$ 507 mil (R$ 2,63 milhões), e atualmente pode valer entre US$ 700 mil (R$ 3,63 milhões) e US$ 900 mil (R$ 4,67 milhões), de acordo com estimativas de seu dono. A polícia de LA tem alertado os moradores da cidade para que denunciem qualquer pessoa tentando vender instrumentos raros como o dele “por fora”. (Por Anderson Antunes)