Jeff Bezos
Jeff Bezos || Créditos: Reprodução

Viagem de Jeff Bezos ao espaço deverá trazer à tona os baixos investimentos em filantropia feitos pelo homem mais rico do mundo

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Jeff Bezos
Jeff Bezos || Créditos: Reprodução

A tão comentada viagem de Jeff Bezos rumo ao espaço a bordo do primeiro voo comercial da Blue Origin, que foi anunciada nessa segunda-feira, deverá colocar os holofotes sobre a gigante do setor aeroespacial nas próximas semanas – e também nas controversas e, para alguns, tímidas investidas filantrópicas do homem mais rico do mundo.

Glamurama explica: é que durante anos, Bezos sempre justificou seus baixos investimentos em filantropia quando comparados com os de outros billionettes dizendo que seu maior legado para a humanidade será justamente a Blue Origin, na qual ele aporta pessoalmente em torno de US$ 1 bilhão (R$ 5,06 bilhões) por ano.

A empresa, no entanto, visa o lucro, e apesar de ainda não operar no azul, representa parte da fortuna dele, estimada em quase US$ 190 bilhões (R$ 960,8 bilhões). Ou seja: ao apostar em seu futuro, Bezos não está exatamente fazendo caridade, já que muito provavelmente deverá ter de volta os bilhões que colocou nela até agora.

E ainda mais controverso que isso é o fato de que o fundador e CEO da Amazon, mesmo sendo o número um entre os bilionários, doou apenas US$ 1,4 bilhão (R$ 7,08 bilhões) para causas sociais desde 2000. Já sua ex-mulher, a escritora MacKenzie Scott, doou US$ 6 bilhões (R$ 30,3 bilhões) para o mesmo fim só em 2020. (Por Anderson Antunes)