05.12.2018  /  12:19

Venda de ingressos para a turnê das Spice Girls vai de mal a pior. O motivo?

O retorno das Spice Girls: Melanie C, Mel B, Geri, Emma e Victoria – que não participará dos shows // Getty Images

A tão aguardada volta das Spice Girls aos palcos, anunciada em novembro, parece que estava mais no âmbito da expectativa do que realidade. Tanto que o “Radar Online” afirma que as vendas de ingressos para a turnê da girl band mais famosa de todos os tempos vão de mal a pior. Tanto que este seria um dos motivos para que elas ainda não conseguirem negociar shows nos Estados Unidos. A culpa de tudo isso? A falta de Victoria Beckham, que não vai participar das apresentações, mas vai faturar alto por ser sócia da Spice Girls Limited, que detém os direitos sobre a marca, e deve embolsar algo em torno de 30 milhões de libras sem sair de casa.

As previsões iniciais, segundo o “Daily Mail”, apontavam que a tour do grupo chegaria a render até 150 milhões de libras (algo em torno de R$ 750 milhões). Já o “TMZ” pontuou algumas cifras confirmadas: cada ‘spice girl’ embolsará US$ 550 mil (cerca de R$ 2 milhões) por apresentação (a princípio serão seis shows, ou seja, Geri, Emma, Melanie e Mel devem embolsar no mínimo R$ 11 milhões cada). As apresentações acontecem em seis datas e começam em Manchester em 1 de junho de 2019 e a última em Londres no no dia 15 do mesmo mês. Se os estádios estarão ou não lotados, isso só o tempo dirá!