25.10.2014  /  17:38

Vem ver os carros que mais chamaram a atenção na Quinta da Baroneza

As máquinas que passaram pela Quinta da Baroneza

Dois dos modelos que chamaram mais a atenção durante o primeiro Encontro de Colecionadores de Carros Antigos da Quinta da Baroneza, neste sábado, no interior de São Paulo, eram Mercedes, um 300D de 1955, e um SL 300 de 1960. O segundo faz parte de uma coleção de 30 carros antigos de Roberto Moraes, que esteve na sede do Golfe Clube para prestigiar o evento e bateu um papo com Glamurama. Roberto mantém os carros em um galpão próximo a Baroneza, onde tem casa, e tem uma equipe especializada para cuidar deles.

Como começou a coleção? “Comprei o primeiro carro por uma questão bem nostálgica. Fui a uma dessas exposições e vi um Galaxy, do mesmo modelo que meu pai tinha quando eu era pequeno, aí resolvi comprar. Faz 10 anos, e de lá pra cá tenho comprado cerca de 3 carros por anos, sempre modelos que têm alguma ligação com a minha história”, conta.

Ele comentou também que a maioria de seus carros é importado, todos selecionados em feiras e eventos como o Concours d’Elegance, em Pebble Beach, na Califórnia, e Deutsche Classics, na Alemanha. Mas o modelo mais difícil de conseguir, não foi um importado. “O que demorei mais para encontrar foi um Passat TS 1976, o primeiro esportivo da montadora feito no Brasil”, confessou Roberto, que adora passear com seus carros na estrada que leva ao condomínio. “Um evento como esse tem total sinergia com a Baroneza, é muito legal essa troca entre os colecionadores, ainda mais estando ‘em casa'”, concluiu.