02.03.2019  /  9:00

Uma cidade de mais de R$ 75 bi será inaugurada em NY neste mês por bff de Trump

O Hudson Yards começou a ser construído há seis anos || Créditos: Getty Images

Depois de seis anos de obras e de mais de US$ 20 bilhões (R$ 75,4 bilhões) investidos, o Hudson Yards finalmente terá a primeira parte significativa inaugurada em Nova York nesse mês. Descrito como uma cidade dentro da Big Apple, o mega-empreendimento imobiliário foi idealizado pelo bilionário americano Stephen Ross, conhecido como “The King” (“O Rei”) por lá em razão das obras faraônicas que tem no currículo e também das amizades poderosas, como aquela que mantém há anos com o presidente Donald Trump.

No caso do Hudson Yards, que fica em um terreno de 110 mil metros quadrados, serão mais de 5 mil apartamentos com preços unitários a partir de US$ 2 milhões (R$ 7,5 milhões), o equivalente a quase 1,2 milhão de metros quadrados construídos de área comercial, além de restaurantes, hotéis, teatros e até uma escola. Um arranha-céu já tinha sido aberto para uso no local em 2016, mas servia desde então basicamente como showroom do que estava por vir.

Para a grande inauguração marcada para o próximo dia 15, o artista inglês Thomas Heatherwick foi contratado para criar uma obra em forma de favo de mel com mais de 45 metros de altura, que batizou “Vessel” (“Nave”). O mestre de cerimônias do evento será Anderson Cooper, e as duas primeiras lojas – uma Neiman Marcus e uma Cartier – abrirão as portas na mesma ocasião, assim como os restôs dos chefes Thomas Keller e José Andrés. (Por Anderson Antunes)