12.06.2016  /  8:01

Um papo com Lilly Sarti sobre trabalho e Deeksha, sua nova mania

Lilly Sarti || Créditos: André Ligeiro
Lilly Sarti || Crédito: André Ligeiro

Lilly Sarti, estilista da marca que leva seu nome e da qual é sócia com sua irmã, Renata Sarti, recebeu o Glamurama essa semana que passou no novo QG das duas. O espaço, que fica no Jardim América [em São Paulo] e era anteriormente ocupado pela imobiliária Lopez, passou por uma reforma de oito meses e agora abriga o showroom da etiqueta queridinha das glamurettes, assim como sua equipe de bastidores.

No ano em que completa 30 anos, e 10 de marca, Lilly conta para o Glamurama que tem trabalhado muito. “Até aos finais de semana.” Celebrações devem esperar. “Não sei se uma supercomemoração é pertinente em 2016, entende? Levando em conta a situação política e econômica do país.” Mesmo sem grandes agitos, o saldo é positivo. “Estamos exatamente onde gostaríamos de estar”, comemora Lilly. A marca acaba de dar início à sua primeira venda fora do país, com um trunk show no e-commerce Moda Operandi. “A gente estava pronto para isso. E queremos começar de degrau em degrau, com muita solidez, como a gente começou a Lilly Sarti nacionalmente.”

Além de happy hours quintas ou sextas-feiras no Gero, a nova forma encontrada por ela para relaxar chama-se Deeksha: prática desenvolvida na Oneness University, uma escola indiana, que é “quase uma meditação misturada com uma maneira de dar e receber energia positiva”, contou a animada Lilly, que foi apresentada às aulas pelo namorado, Marcelo Raimondi. “É magnífico! Lá você se conecta com algo muito mais sutil. Uma energia total.”

Aos interessados, vale saber: só existem sete pessoas na América Latina aptas a ensinar a prática. Em São Paulo, as aulas coletivas de Deeksha podem ser feitas no Espaço Una – Yoga, no Jardim América.