14.06.2018  /  12:24

Uber testa nos EUA sistema capaz de identificar pelo celular se passageiro está bebado

O sistema ainda não foi aprovado pelas autoridades dos EUA || Créditos: Getty Images

Essa é pra quem já chamou um Uber depois de beber um pouquinho além da conta: o aplicativo de transporte privado urbano pensa em usar um sistema de inteligência artificial capaz de detectar se um passageiro está bebado com base na maneira que ele usa o próprio smartphone. Em resumo, o tal sistema teria acesso ao celular de clientes da Uber pra saber como eles usam o aparelho durante o dia, quando as chances de estarem embriagados são menores, e durante a noite, principalmente depois do happy hour, para calcular as chances de que estejam embriagados.

A ideia da empresa é preparar seus motoristas no caso dos passageiros que beberam demais, dando a eles a opção de aceitar ou não uma corrida. Além disso, a plataforma UberPOOL também seria automaticamente bloqueada no caso desses últimos, a fim de proteger quem costuma dividir carros com outras pessoas de qualquer contratempo.

O sistema, é claro, ainda não foi totalmente liberado pelas autoridades dos Estados Unidos, onde foi testado, apesar da patente já estar registrada pelo Uber. Segundo a rede americana de televisão “CNN”, pelo menos 103 motoristas do app no país foram acusados de abusar sexualmente de passageiros só no último ano, e na maioria desses crimes o álcool sempre esteve envolvido. (Por Anderson Antunes)