12.05.2020  /  9:33

Uber demite 3,5 mil funcionários em chamada de vídeo de 3 minutos feita pelo Zoom

As demissões foram anunciadas pelo Zoom || Créditos: Reprodução

Durante uma chamada de vídeo feita pelo Zoom que não durou mais do que três minutos, o Uber demitiu 3,5 mil de seus quase 22,3 mil funcionários na semana passada. Sem muita cerimônia, a diretora de operações da gigante de transporte urbano, Ruffin Chevaleau, se limitou a informar a turma que a conversa virtual marcaria sua última comunicação com ela. Em um trecho do vídeo, que foi obtido pelo “Daily Mail”, Chevaleau explica que a pandemia de Covid-19 resultou em uma queda drástica no número de corridas feitas pelo Uber em todo o mundo, o que forçou a empresa a promover um drástico corte de custos.

Do total de 3,5 mil demitidos, a maior parte é dos setores de atendimento ao cliente do Uber, que estão espalhados por 46 países. A Securities and Exchange Commission, que regula o mercado de capitais dos Estados Unidos, foi avisada do corte em massa dias antes de sua efetivação. Recentemente, Dara Khosrowshahi, CEO do Uber, também anunciou que decidiu abrir mão de seu salário nesse ano, a fim de evitar ainda mais demissões. Em 2020, o executivo levou pra casa cerca de US$ 1 milhão (R$ 5,78 milhões), sem contar os bônus que recebeu e outras remunerações. (Por Anderson Antunes)